Lei Geral de Proteção de Dados: Zurich e BMA debatem mudanças no uso de dados pessoais na internet

publicado 26/10/2018 15h57, última modificação 29/10/2018 14h54
São Paulo – Regulação exige das empresas cuidados na coleta e manuseio de dados de usuários

Aprovada no Congresso e prevista para 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) do Brasil possibilita aos usuários maior controle sobre suas informações pessoais na internet, exigindo das empresas cuidados redobrados na coleta e manuseio dos dados.

No comitê de Compliance da Amcham-São Paulo, que acontece na quarta-feira (31/10) das 8h30 às 10h, Valeria Schmitke, diretora de Legal e Compliance da Zurich Seguros, e Jose Eduardo Pieri, sócio do BMA (Barbosa Müssnich Aragão) Advogados, abordam o impacto da nova lei nas empresas.

Schmitke traz a experiência e os desafios de uma multinacional que já atua sob a lei de dados na Europa e sua adaptação ao novo cenário legal no Brasil. Pieri aborda o alcance da regulamentação para empresas e pessoas e as principais medidas de atenção.