Missão de Compliance da Amcham nos EUA visita ONU, Departamento do Tesouro e Banco Mundial

publicado 27/11/2017 14h48, última modificação 27/11/2017 15h51
São Paulo – Entidades globais compartilham práticas e regras anticorrupção com grupo de executivos da missão

As particularidades da legislação americana de compliance e o contato com as melhores práticas mundiais de combate à corrupção serão abordados nas reuniões que os membros da 2ª Missão Internacional de Compliance da Amcham nos Estados Unidos farão na ONU (Organização das Nações Unidas), Departamento do Tesouro (equivalente ao Ministério da Fazenda do Brasil) e Banco Mundial.

A missão, que começa na segunda-feira (27/11) em Nova York e termina na sexta-feira (1/12) em Washington DC, é formada por 19 executivos de 17 empresas brasileiras com o objetivo de realizar atualização profissional e networking estratégico.

O principal compromisso do grupo na principal cidade americana é a reunião com os especialistas do Pacto Global da ONU, que apresentarão o trabalho anticorrupção da organização e o funcionamento de um programa geral de controle interno contra a corrupção. O Pacto Global é uma iniciativa da entidade para incentivar a adoção de políticas corporativas de responsabilidade social e sustentabilidade.

A missão segue para Washington na tarde de terça-feira (28/11). Na quarta e quinta-feira (29 e 30/11), o grupo participa do maior evento de compliance do mundo, o FCPA Conference. Em sua 34ª edição, o FCPA reúne as principais autoridades, empresários e profissionais da área anti-corrupção e conformidade do mundo.

A visita ao Departamento do Tesouro e Banco Mundial será na sexta-feira (1/12), último dia da missão. No Tesouro, os integrantes da missão serão atualizados sobre aspectos legais de compliance na regulamentação americana, e determinantes para empresas que querem fazer negócios nos EUA.

Antes de embarcar de volta para o Brasil, os executivos brasileiros conhecerão o trabalho da Integrity Vice Presidency (INT), unidade independente do Banco Mundial que investiga suspeitas de fraude e corrupção em projetos financiados pela instituição. 

registrado em: