Das dez falhas de segurança de dados mais comuns, oito estão presentes no mundo corporativo

por giovanna publicado 01/02/2012 14h39, última modificação 01/02/2012 14h39
Recife – Invasão e modificação de sites para ‘roubar’ informações sigilosas são as práticas mais comuns.

Das dez falhas de segurança de dados mais comuns, oito estão presentes no mundo corporativo, alerta Rodrigo Assad, consultor de Segurança do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (C.E.S.A.R.).

“Apesar de muito conhecidas, as falhas de segurança de dados ainda têm presença forte no mundo corporativo. Se trabalharmos com base nessas questões, poderemos ter um ambiente muito mais seguro para as companhias”, afirmou Assad, que participou do comitê de Tecnologia da Informação e Comunicação da Amcham-Recife em 27/01.

Assad explica que, para chegar a essa constatação, realizou um levantamento junto a 470 clientes que procuravam solucionar problemas de segurança, de 2009 a 2011. Dentre os problemas mais comuns estão as invasões a sites corporativos para ter acesso a dados confidenciais dos clientes.

Ações para maior segurança

O consultor conta que, a partir de seu estudo, planeja encaminhar um documento para o Programa Nacional de Certificação de Software, conduzido pelo Inmetro, propondo que, no Brasil, alguns programas sejam comercializados apenas após passarem por testes que simulem as falhas de segurança de dados mais comuns. 

Assad defende que, através da elaboração de um conjunto de requisitos a serem seguidos pelos softwares, será mais fácil evitar que as falhas de segurança continuem a se espalhar no ambiente corporativo.

Ele vê o problema como alarmante. “Invasões a redes de dados, por exemplo, custaram US$ 56 bilhões a companhias de todo o mundo em 2005.”

registrado em: