Empreendedor tem desafio de conseguir surpreender o cliente todos os dias, avalia fundador da Moldura Minuto

por marcel_gugoni — publicado 14/12/2012 12h16, última modificação 14/12/2012 12h16
São Paulo - Antonio Carlos Viégas Filho deixou a carreira de dentista para criar rede que tem hoje 70 lojas, principalmente em shoppings, presente em 17 estados.
antonio_195.jpg

Antonio Carlos Viégas Filho deixou a carreira de dentista para entrar no segmento de moldura de quadros e ir além. Ao fundar a empresa Moldura Minuto, ele buscou inovar ao oferecer, em uma hora, um trabalho que, no mercado, costumava demorar 15 dias. No momento em que a entrega rápida deixou de ser um diferencial para ser parte essencial do negócio, o empresário adotou outro diferencial: explorar o conceito de decoração. “O desafio diário é conseguir surpreender o cliente todos os dias”, diz.

Leia mais: Empreendedores demonstram que sucesso em vender produtos já popularizados está ligado a reposicionamento de mercado e estratégias diferenciadas

Hoje dono de uma rede com 70 lojas, a maior parte delas em shoppings e presente em 17 estados, Viégas afirma que começou a empreender para “ser feliz”. A rede, que engloba também franquias, além de lojas próprias, foi fundada em 1999.

Leia mais: Veja as 12 lições de sucesso do III Encontro de Empreendedores

O empresário participou nesta quinta-feira (13/12) do III Encontro de Empreendedores da Amcham-São Paulo e conta que, apesar de desencorajado pela família, persistiu no negócio. Ele aconselha aos novos empreendedores: “Não dê ouvidos às críticas no começo. Vá em frente se acredita no seu negócio, no seu projeto e no seu sonho.”

Leia os principais trechos da entrevista com Antonio Carlos Viegas Filho:

Amcham: A Moldura Minuto apostou em qual diferencial para sair do papel?

Antonio Carlos Viégas Filho: No começo, o diferencial era fazer a moldura rapidamente, em uma hora. Era nisso que apostava e o que me motivou a começar a empresa. Demoravam 15 dias para fazer uma moldura, e a ideia foi entregar em uma hora. Depois, no meio do caminho, essa velocidade virou commodity. O cliente que vê você fazer em uma hora e pergunta se não é possível fazer em 30 minutos. Quando a velocidade deixou de ser diferencial, apostei na decoração em si, no design implementado aos produtos.

Amcham: De onde surgiu a ideia de apostar num novo conceito para um negócio tradicional?

Antonio Carlos Viégas Filho: Desde o começo, o que me chamava a atenção era o nível muito baixo de profissionalização do segmento. Faltavam processos de vendas claros e eficientes. Vendia-se muito mal. Acontecia mais de as pessoas comprarem do que os moldureiros venderem. O atendimento, no nosso caso, passaria a apostar em vender um produto que a pessoa não enxerga. Vendemos uma perspectiva de que no futuro a moldura vai ficar bonita. E a pessoa paga antecipadamente por isso. Hoje a Moldura Minuto vende a credibilidade.

Amcham: O que o fez abandonar a carreira na odontologia para empreender?

Antonio Carlos Viégas Filho: Quando deixei a odontologia, pensava somente em ser feliz. A odontologia me dava dinheiro, mas não alegria. Quando comecei a empreender, foi pela felicidade. O desapego foi natural porque eu não me sentia realizado na profissão. Deixei de lado também o status. Abri minha primeira loja para ser moldureiro. Me desapeguei da profissão anterior.

Amcham: Qual é o principal desafio que o empreendedor enfrenta ao iniciar um negócio?

Antonio Carlos Viégas Filho: Há o desafio diário de manter a empresa crescendo e com saúde financeira. Outro desafio é conseguir inovar sempre, ser diferente e surpreender o cliente todos os dias. Dou o exemplo do site da Moldura Minuto: tínhamos feito uma página no ano passado e já no começo deste ano eu mesmo me surpreendi, achando que já estava velha. Então mudamos a comunicação visual.

Amcham: Qual a mensagem que o sr. deixa para o novo empreendedor?

Antonio Carlos Viégas Filho: Não dê ouvidos às críticas no começo. Vá em frente se acredita no seu negócio, no seu projeto e no seu sonho.

registrado em: