Amcham começará a adaptar sua sede de São Paulo a padrões de sustentabilidade

por andre_inohara — publicado 11/01/2012 11h07, última modificação 11/01/2012 11h07
São Paulo – Construção de caixas para coleta de água de chuva já foi concluída, e sistema elétrico ecoeficiente será instalado nesse ano

A Amcham vai começar suas obras de adequação de sua sede em São Paulo a padrões de sustentabilidade este ano, para obter a certificação de construção verde em 2013.

“Faremos a adaptação do prédio ao longo de 2012, para que ele esteja pronto em março do próximo ano”, disse Daniela Aiach, gerente de Eventos Corporativos da Amcham.

No próximo ano, a Câmara pretende obter a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) na categoria de edifícios existentes.

Concedido pela organização não governamental US Green Building Council (no País, é representada pela GBC Brasil), o selo LEED é o maior reconhecimento mundial em construções sustentáveis.

Algumas obras, como o aproveitamento da água de chuva, já estão prontas. “Concluímos no começo do ano uma caixa d’água para a coleta da água de chuva, para uso em sanitários e irrigação de jardins”, explica Daniela.

Neste ano, o sistema elétrico deve ser modificado, de forma a reduzir impactos ambientais e econômicos associados ao uso excessivo de energia.

Business Center atinge capacidade máxima de uso

Além de reformar as instalações de acordo com padrões de sustentabilidade, a Amcham tem que administrar o uso constante de seu espaço físico para eventos externos e internos.

A locação do Business Center da Amcham-São Paulo, onde se realizam atividades de diferentes portes e segmentos, cresceu 30% em relação a 2010. Na cidade, a estrutura física abrigou 283 eventos em 2011, mais que os 223 de 2010.

“No Business Center (de São Paulo), estamos no limite da capacidade do espaço físico atual. O prédio é usado para abrigar eventos de terceiros e da própria Amcham”, disse Daniela.

A demanda vai crescer mais este ano, segundo a gerente. “O ano de 2011 foi ótimo para o setor de eventos, e essa tendência veio para ficar. As empresas voltaram a fazer congressos, eventos temáticos, treinamentos para o público interno e convenções de vendas.”

registrado em: