Após o pioneiro plástico verde, Braskem segue nos estudos para lançar outros produtos inovadores

por daniela publicado 26/07/2011 14h07, última modificação 26/07/2011 14h07
Porto Alegre – Case da companhia foi apresentado no lançamento regional do Prêmio ECO em Porto Alegre

A Braskem, pioneira no desenvolvimento e produção do plástico verde (polietileno verde) – que tem como matéria-prima o álcool de cana de açúcar e a mesma qualidade do polietileno derivado de petróleo –, prossegue nos estudos para continuar lançando produtos inovadores no mercado. É o que destaca Mauro Machado Jr., engenheiro de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da Braskem no site da empresa em Triunfo, no Rio Grande do Sul. A meta da companhia, segundo ele, é ser a maior empresa petroquímica nacional em produtos renováveis.

“O polietileno verde é o nosso primeiro produto de origem renovável, mas não pararemos por aí. Pretendemos ampliar nosso escopo nessa área. Temos um centro de pesquisas no Estado que está estudando novas rotas de tecnologias. Por exemplo, o polipropileno verde está para ser lançado”, disse Machado Jr, que participou nesta segunda-feira (25/07), em Porto Alegre, do evento de lançamento regional do Prêmio ECO 2011 da Amcham, que visa reconhecer a incorporação da sustentabilidade nas estratégias das empresas.

O programa de biopolímeros da Braskem foi iniciado em 2007 e, hoje, a produção de polietileno verde já é de cerca de 200 mil toneladas por ano na Unidade de Triunfo. Entre alguns clientes, estão a Danone, que lançou o iogurte Actimel em embalagens de plástico verde; a Coca Cola, que colocou no mercado americano o suco Odwalla em garrafinhas também de plástico verde; e a Natura, que implementou refis verdes dos sabonetes líquidos da linha Erva Doce.

Sustentabilidade requisitada

O polipropileno verde será o próximo a entrar no mercado, também tendo como matéria prima o etanol de cana de açúcar e apresentando as mesmas propriedades técnicas do que é produzido tradicionalmente a partir do petróleo. Sendo termoplástico, o polipropileno verde tem o ponto de amolecimento maior do que o polietileno verde.

O engenheiro da Braskem avalia que o caminho de sobrevivência das companhias está na sustentabilidade. “A tendência é a sustentabilidade. As que não adotarem práticas sustentáveis não terão lugar no mercado”, disse.

Machado Jr afirmou que a demanda pelo polietileno verde é crescente e que os clientes têm exigido, inclusive, as certificações desse produto, comprovações de se é renovável.

Prêmio ECO 2011

O Prêmio ECO, em sua 29ª. edição,  tem duas modalidades: Estratégia, Liderança, Inovação e Sustentabilidade (Elis), que se relaciona a modelos de negócios e estratégias mais amplas da empresa que incorporam o tema, e Práticas de Sustentabilidade, subdividida nas categorias Sustentabilidade em Produtos e ou Serviços e Sustentabilidade em Processos.

As inscrições podem ser feitas até o dia 8 de agosto no site http://www.premioeco.com.br/. A cerimônia de premiação está prevista para dezembro.

Além de Porto Alegre, haverá eventos de lançamento regional do Prêmio ECO também em Curitiba (27/07), Campinas (28/07) e Recife (09/08).

registrado em: