Avançada gestão de resíduos garante ao Walmart Prêmio ECO 2011

por daniela publicado 18/11/2011 15h49, última modificação 18/11/2011 15h49
São Paulo - Rede supermercadista é reconhecida na categoria Sustentabilidade em Processos

O Walmart, a terceira maior rede supermercadista do País conquista o Prêmio ECO 2011 em Práticas de Sustentabilidade ligadas aos Processos- empresas de grande porte. A companhia é reconhecida por ter uma avançada gestão de resíduos.

A cerimônia de entrega da premiação será em 02/12, na sede da Amcham-São Paulo.

Walmart e seus processos

A gestão de resíduos é um dos pilares que amparam a atuação sustentável do Walmart Brasil. Nesta área, a companhia persegue três objetivos: diminuir a destinação de lixo a aterros sanitários aos níveis máximos possíveis; reduzir embalagens em 5% em toda a cadeia de abastecimento; e diminuir em 50% o consumo de sacolas plásticas em suas unidades até 2013.

“A gestão de resíduos é um dos pilares que amparam a atuação sustentável do Walmart Brasil. Para atingir nossas metas, desenvolvemos uma série de ações complementares em 18 Estados e no Distrito Federal, em 479 lojas, 11 centros de distribuição e cinco escritórios. São iniciativas que ultrapassam as fronteiras institucionais e mobilizam toda a cadeia de valor da empresa”, explica Camila Valverde, diretora de Sustentabilidade da organização.

No Programa Impacto Zero, que já abrange todas as lojas, a meta é que 25% dos resíduos gerados não sejam levados para aterros. A proposta é que esse porcentual vá aumentando gradativamente. Como parte das soluções para enfrentar esse desafio, nas cafeterias e restaurantes foram introduzidos fornos especiais para o descongelamento rápido de produtos, o que contribui para a redução de resíduos oriundos de alimentos em exibição e do constante abastecimento do buffets. Além disso, nas centrais de revelação fotográfica do Walmart, os equipamentos que utilizavam produtos químicos estão sendo substituídos por outros com tecnologia dry (seca), com cartuchos. Com isso, estima-se que 206 mil litros de substâncias químicas tenham deixado de ser descartados em 2010.

O Walmart Brasil incentiva que seus parceiros reduzam o tamanho das embalagens porque, além da gerar menos resíduos, a medida traz impacto positivo na logística, minimizando o número de viagens da frota contratada e ampliando a capacidade de estocagem dos centros de distribuição.

Em parceria com a Coca-Cola, a companhia também coloca à disposição dos consumidores 310 estações de reciclagem – postos de entrega voluntária de resíduos que em 2010 receberam 1,7 milhão de quilos. O material é encaminhado para organizações cadastradas para ser triado e destinado adequadamente. Outra iniciativa relevante é que o Walmart tem sensibilizado os consumidores para reduzirem o uso e o descarte de sacolas plásticas. A rede conseguiu em 2010 fazer com que 45 milhões de unidades deixassem de ser usadas. Os consumidores, a cada cinco itens adquiridos sem uso de sacolas plásticas, ganham R$ 0,03 de desconto na conta.

A rede de supermercados passou a encaminhar resíduos orgânicos para empresas especializadas em compostagem do material e transformação em adubo, que é utilizado por parceiros como a Ecocitrus, produtora de laranjas e suco que comercializa para o próprio Walmart. As sobras de açougue são processadas e transformadas em insumo para a fabricação de ração animal por empresas licenciadas. Restos de grãos também são destinados à alimentação animal.

Na visão do Walmart, a correta gestão de resíduos reduz riscos ambientais e de reputação e traz benefícios como a diminuição dos custos de transporte, que oscilam entre R$ 60 a R$ 120 por tonelada, variando nas diferentes regiões. Além disso, o reaproveitamento de restos orgânicos e inorgânicos representa oportunidade de novos negócios.

O Prêmio ECO 2011

Neste ano, o Prêmio ECO foi estruturado em duas modalidades: “Estratégia, Liderança, Inovação e Sustentabilidade” (Elis) e “Práticas de Sustentabilidade” – esta subdividida nas categorias “Sustentabilidade em Produtos e ou Serviços” e “Sustentabilidade em Processos”.

A modalidade Elis se relaciona a modelos de negócios e estratégias mais amplas da empresa que incorporam a sustentabilidade.

Já a categoria “Práticas de Sustentabilidade” é subdividida em duas: “Sustentabilidade em Processos” e “Sustentabilidade em Produtos ou Serviços”.

A subdivisão de Processos reconhece métodos produtivos que levam em conta atributos de sustentabilidade, tanto na sua própria operacionalização quanto nas políticas que os orientam e nos indicadores que avaliam seus resultados.

Em “Sustentabilidade em Produtos ou Serviços”, são premiados os produtos, serviços ou linhas de produtos ou serviços com práticas incorporadas de sustentabilidade. Os atributos devem fazer parte do ciclo de vida do produto ou serviço, ou seja, da concepção/design, fabricação/elaboração, distribuição, consumo/prestação e descarte / reutilização.

Prêmio ECO completa 29 anos

O Prêmio ECO foi lançado em 1982, sendo o pioneiro no reconhecimento de empresas socialmente responsáveis e que desenvolvem práticas de sustentabilidade. Já mobilizou 1.979 companhias (entre brasileiras e multinacionais), com 2.455 projetos inscritos e 213 condecorados.

Realizado em parceria com o jornal Valor Econômico, o Prêmio ECO abre espaço para participação de todas as classes de empresas atuantes no País segmentadas por porte, inclusive as públicas.

Desde 2009, o foco da premiação é a "Inovação Sustentável na Gestão dos Negócios", procurando valorizar a sustentabilidade nas diferentes esferas da operação empresarial.

 

registrado em: