Gestão focada em redução e reutilização de resíduos dá dois prêmios Eco à Pontal

publicado 08/12/2015 09h06, última modificação 08/12/2015 09h06
São Paulo - Construtora consegue bater a meta estabelecida pelo Green Building, produzindo menos entulho
reutilizacao-de-residuos-6894.html

A Pontal Engenharia conseguiu repetir o sucesso do último ano e foi contemplada mais duas vezes no Prêmio Eco, nas categorias ELIS (Estratégia, Liderança e Inovação para a Sustentabilidade) e Produtos ou  Serviços. A premiação será entrege na quinta-feira (10/12), às 18h30, na sede da Amcham Brasil, em São Paulo.

O plano de sustentabilidade da Pontal vem desde 2007, quando foi adotado o sistema integrado de gestão. “Ele, basicamente, é conceituado na certificação de cinco normas: ISO 9001, QTH, ISO 14001, ISO 16001 e ISSO 18001. Isso nada mais é do que estender as ações da empresa com foco em qualidade, responsabilidade social e ambiental, saúde e segurança do trabalho”, explica Ivo Corrêa Faria, diretor executivo da Pontal.

O projeto responsável pela vitória na categoria Produtos ou Serviços foi o Produção Mais Limpa e Sustentável com Resíduo Zero. A ideia principal é diminuir e reutilizar os resíduos das construções, segundo Faria. “Nós passamos a reaproveitar os resíduos. Por exemplo, nas obras reaproveitamos o resíduo da construção civil com a fabricação de blocos de concreto; ou nossa madeira que, depois do ciclo de utilização, era dirigida ao aterro sanitário, agora damos uma destinação mais nobre: doamos para pizzarias e panificadoras para dar uma melhor utilização.”

O resultado das ações sustentáveis foi traduzido não apenas em prêmios. A Pontal consegue “uma economia de aproximadamente R$ 300 mil por obra ao praticar a política de reaproveitamento de resíduos”. Além disso, a empresa chegou ao impressionante patamar de produzir apenas 58 quilos de resíduo por metro quadrado, quando a média padrão é de 150 e o índice do Green Building para prédios sustentáveis fica em 90 quilos por metro quadrado.

A trajetória de sucesso com a sustentabilidade não começou de maneira fácil pela Pontal. O diretor executivo conta que o mercado, inicialmente, não se importou muito com as atitudes voltadas para o meio ambiente. “Na época que nós fomos certificados e começamos a praticar essas ações, o pessoal do mercado em si não dava muita bola para isso. Porém, de certa forma, parece que nossa palavra ganha mais peso quando organismos como a Amcham Brasil premia as ações da empresa”.

Conquistar dois prêmios em duas categorias por dois anos reforça o cumprimento dos valores da organização. “A empresa tem a política de construir com qualidade e responsabilidade. Isso tem diretamente a ver com o conceito de sustentabilidade: social, ambiental e econômica”, conclui Ivo Corrêa Faria.

registrado em: