HP vence Prêmio ECO 2013 com economia energética e redução de gases poluentes

publicado 26/11/2013 14h23, última modificação 26/11/2013 14h23
São Paulo – Sustentabilidade é estratégia de negócios, de acordo com empresa
hp-foto01.jpg-5517.html

A HP é uma das vencedoras do Prêmio ECO de 2013, adotando um modelo empresarial sustentável e de respeito sócio-ambiental, que reduziu o consumo de energia e emissões de CO2 em até 8%. A categoria na qual a empresa se sobressaiu foi a de ELIS (Estratégia, Liderança, Inovação e Sustentabilidade), para empresas de grande porte. A cerimônia de premiação será na Amcham – São Paulo, em 9/12.

“A conquista de um prêmio importante e com a credibilidade do ECO é um grato reconhecimento de todas as nossas iniciativas sustentáveis, realizadas no Brasil e no mundo. Também é a oportunidade de (obter) um diagnóstico importante que buscamos, para alinhamento de nossas estratégias e fomento de nossa liderança pelo bom exemplo”, disse Kami Saidi, diretor de sustentabilidade da HP.

Gestão estratégica de sustentabilidade

Na alta gestão da HP, há um Comitê de Governança para Sustentabilidade, formado pela presidência e diretoria, que define e executa a estratégia ambiental. Um dos braços dessa política é o Programa de Sustentabilidade Ambiental, que contém diretrizes para a adoção de práticas sustentáveis e éticas pelos seus fornecedores.

Esse direcionamento se traduz na concepção de produtos com eficiência energética, uso inovador de matérias-primas e ampliação do acesso à tecnologia pelos consumidores. Os preceitos de sustentabilidade estão contidos no programa SER HP – Social & Environmental Responsibility. Nesse ano, a HP foi a pioneira a publicar dados de consumo de água da cadeia de suprimentos.

Para aumentar a eficiência das operações, a HP reduziu o uso de energia e as emissões de gases do efeito estufa (GEE) em 8%, comparado aos valores de 2010 – a meta é 20% até 2020. Rumo à política de aterro zero, a HP disse já ter deixado de utilizar aterros em 88,1% dos casos de descarte.

De acordo com a HP, a sustentabilidade é uma estratégia de negócios. “Acreditamos que operações responsáveis e lucrativas têm impacto positivo nas comunidades mundiais. Por isso, usamos nossa escala e influência para encorajar comportamentos semelhantes para além de nossas operações”, conforme a companhia.

Trabalhando com a comunidade

Além de fornecedores, a HP se relaciona com governos, instituições acadêmicas, ONGs (organizações não governamentais) e clientes, para identificar tendências econômicas e ambientais que vão nortear o desenvolvimento de seus produtos. A colaboração é feita através do HP Labs, centro de pesquisa e desenvolvimento que desenvolve soluções de longo prazo para a melhoria de comunidades em longo prazo.

No Brasil, foi firmada uma parceria com o CEMPRE – Compromisso Empresarial para a Reciclagem – para abordar a questão dos resíduos do setor eletroeletrônico em legislações ambientais. Outra parceria foi fechada com o Instituto Akatu, para divulgar a educação consciente em escolas públicas.

Compromisso com a sustentabilidade

O consumo crescente de TI (tecnologia da informação) nos próximos anos vai exigir cada vez mais recursos naturais para sua produção, causando fortes impactos ambientais e tecnológicos. Dessa forma, usar a informação como forma de minimizar as consequências ao meio ambiente será um grande diferencial competitivo, de acordo com a HP.

“A indústria de TI contabiliza, hoje, 2% de GEE no mundo. Ao utilizar menos energia e outros recursos, a HP ajuda a manter as emissões baixas”, de acordo com a companhia. A crença em respeito sócio-ambiental é fundamental para o futuro do planeta. “(Práticas sócio-ambientais) Não são apenas bons valores, são bons negócios e abrem caminhos para o crescimento sustentável”, segundo a HP.

registrado em: