Prêmio ECO Amcham & Estadão recebe inscrições de projetos de sustentabilidade empresarial

publicado 09/06/2017 16h58, última modificação 12/06/2017 10h08
São Paulo – Empresas de todos os portes podem se inscrever até 31 de julho no site www.premioeco.com.br
premio-eco.jpg

Pelo segundo ano consecutivo, Amcham renova parceria com o Estadão no Prêmio ECO

Com o foco em sustentabilidade empresarial, o Prêmio ECO Amcham & Estadão inicia hoje as inscrições para a sua 35ª edição. Pelo segundo ano consecutivo, o mais tradicional selo de sustentabilidade empresarial do Brasil será feito em parceria com o jornal Estado de São Paulo e o Sistema B, organização não governamental que reconhece empresas com modelos de negócios que aliam lucro com preocupação social.

Para alguns vencedores do ECO, a sustentabilidade está diretamente relacionada à inovação. “É o eixo central da inovação. Na área de Fibras, trabalhamos com inovações e novas aplicações em nossos fios têxteis de acordo com critérios de reciclagem, redução do consumo de recursos não renováveis e de impactos ao meio ambiente”, disse Renato Boaventura, CEO de Fibras da Rhodia. A companhia venceu o Prêmio ECO em 2014, ao apresentar um nylon que se decompõe em contato com as bactérias presentes em lixões.

As inscrições poderão ser feitas entre 17 de maio e 31 de julho no site www.premioeco.com.br. A cerimônia de premiação acontecerá em dezembro, na Amcham São Paulo. Para Ricardo Vacaro, diretor geral da RL Sistemas de Higiene, a sustentabilidade tem relação direta com a inovação.

“As duas coisas andam juntas, dado que a sustentabilidade pressupõe fazer coisas diferentes. É importante consumir, produzir e descartar de um novo jeito. E é só inovando que vamos fazer de outro jeito”, disse. A RL Sistemas de Higiene foi uma das vencedoras do Prêmio ECO 2016, com um projeto que neutraliza 100% da massa de resíduos gerados na embalagem de seus produtos. 

Empresas de todos os portes podem inscrever um ou mais projetos de sustentabilidade empresarial nas duas categorias do prêmio: ‘Sustentabilidade em Processos’ e ‘Sustentabilidade em Produtos ou Serviços’.

Na categoria ‘Processos’, podem ser inscritos os trabalhos que adotam conceitos de sustentabilidade na produção, como aquisição de insumos e serviços em geral, logística de abastecimento ou comercialização e pós-venda. Os produtos e serviços que seguem conceitos de sustentabilidade deverão ser inscritos em ‘Produtos ou Serviços’.

A Beraca também ganhou dois Prêmios ECO em 2013 e 2014 ao encontrar uma forma econômica e social viável de explorar a biodiversidade brasileira em cosméticos. “O Brasil é um dos países com maior biodiversidade do mundo. Buscamos trabalhar não apenas com ingredientes exóticos, mas que durante o processo também capacitar, empoderar e desenvolver as comunidades que extraem os produtos”, disse Thiago Terada, gerente de Sustentabilidade e Responsabilidade Corporativa da Beraca.

Categorias do prêmio

Empresas de todos os portes podem inscrever um ou mais projetos de sustentabilidade empresarial nas duas categorias do prêmio: ‘Sustentabilidade em Processos’ e ‘Sustentabilidade em Produtos ou Serviços’.

Na categoria ‘Processos’, podem ser inscritos os trabalhos que adotam conceitos de sustentabilidade na produção, como aquisição de insumos e serviços em geral, logística de abastecimento ou comercialização e pós-venda. Os produtos e serviços que seguem conceitos de sustentabilidade deverão ser inscritos em ‘Produtos ou Serviços’.

Parcerias

Pelo segundo ano consecutivo, a Amcham trabalha em parceria com o Grupo Estadão para a edição de 2017 do ECO. O objetivo é ampliar a divulgação da sustentabilidade empresarial na mídia. Para isso, a Amcham mantém um blog sobre sustentabilidade no Estadão, o Ecoando.

O conteúdo é preparado pela Amcham, que aborda cases de empresas que já concorreram ao ECO, bem como estratégias e ações de inovação em sustentabilidade. Para reforçar a divulgação, pílulas e spots dos cases serão veiculadas nas rádios Estadão e Eldorado.

A organização não governamental Sistema B no Brasil também é uma das parceiras da Amcham no Prêmio ECO. O Sistema B surgiu em 2006 nos Estados Unidos e faz parte da organização americana B-LAB, para certificar empresas geradoras de impacto social positivo.

O Prêmio ECO

Inaugurado em 1982 pela Amcham, o Prêmio ECO é a primeira ação brasileira de reconhecimento e divulgação da sustentabilidade empresarial. Ao longo de três décadas, a premiação mobilizou mais de 2.328 companhias nacionais e multinacionais, que inscreveram 2.834 projetos. Desse montante, 278 foram premiados.