Brasil priorizou acordos sul-sul e deixou de lado grandes países, diz professora da FGV

publicado 27/05/2016 10h17, última modificação 27/05/2016 10h17