Skip to content. | Skip to navigation

Amcham lamenta a morte de Elza Soares

publicado 21/01/2022 10h16, última modificação 21/01/2022 10h16
Cantora palestrou no Fórum de Diversidade da Amcham, em 2019, falando sobre igualdade e inclusão social
elza soares na amcham.png

Elza Soares no Fórum de Diversidade da Amcham em 2019

“Eu hoje vejo um país muito adormecido, as pessoas muito caladas e eu não sei o que está acontecendo com o povo brasileiro”, provocou Elza Soares ao palestrar no Fórum de Diversidade da Amcham, em 2019.

A Amcham e seus associados lamentam a morte da artista - eleita a cantora do Milênio pela BBC, de Londres. Elza Soares faleceu ontem, 20 de janeiro, aos 91 anos. A cantora ficou conhecida pela busca da representatividade e igualdade racial, falando sobre o tema em mais de 34 discos lançados com mistura de samba, jazz, eletrônica, hip hop e funk. 

Na nossa casa, a cantora revelou: "O segredo de vida é cantar mesmo em dias difíceis ou quando o outro ou o mundo não quer ouvir".

Elza encerrou seu show inédito para 500 executivos associados e convocou lideranças e executivos a formarem um coro único: "A carne mais barata do mercado não tá mais de graça. O que não valia nada agora vale uma tonelada", adaptando um dos maiores sucessos da sua carreira.

Reveja aqui a matéria com o conteúdo completo da participação da Elza Soares no tradicional Fórum de Diversidade da Amcham.

Se for nosso associado, faça seu login, e assista aqui a integra do vídeo completo da palestra da cantora com moderação e participação especial da jornalista Luciana Barreto da CNN Brasil.