Avançar nos resultados do negócio requer modelo de liderança positiva

por daniela publicado 29/11/2010 17h26, última modificação 29/11/2010 17h26
São Paulo – Comunicação adequada com equipes, melhor ambiente de trabalho e bem estar dos funcionários são responsabilidades dos líderes indispensáveis ao aumento da produtividade, destaca consultor.

Empresas devem investir em lideranças positivas, mobilizadoras, que se pautem pela proximidade com os colaboradores, estabeleçam uma comunicação eficiente que informe com clareza os papeis de cada um rumo aos objetivos do negócio, e contribuam para um ambiente que estimule toda a equipe a alcançar pleno potencial. É o que defendeu Gilberto Guimarães, CEO do Grupo BPI do Brasil, consultoria especializada em Recursos Humanos e diretor do MBA de Liderança e Gestão de Pessoas da Business School São Paulo (BSP).

“Muitas companhias têm buscado obter mais resultados usando estratégias inadequadas que são ou muito radicais, causando clima de pressão e ansiedade nos empregados, ou totalmente flexíveis e abertas, com perdas de efetividade. É preciso trabalhar em parceria junto aos funcionários, com base em uma liderança positiva que estimule a equipes a terem mais produtividade”, indicou Guimarães, que falou para mais de 60 pessoas durante Café de Relacionamento para novos sócios promovido pela Amcham-São Paulo nesta segunda-feira (29/11).

O CEO explicou que, atualmente, as relações de trabalho mudaram devido às transformações sociais, e que no ambiente corporativo não há mais espaço para lideranças repressivas que alimentem o medo e o distanciamento, o que representa o fim da figura do chefe autoritário.

Rede colaborativa

A liderança positiva, conforme Guimarães, da BSP, prevê líderes que conheçam bem a si próprios e ao grupo que conduzem, que estejam sempre disponíveis e saibam valorizar aspectos positivos dos indivíduos, identificando as habilidades e virtudes sem colocar o foco somente em feedbacks negativos, chamando atenção constantemente às deficiências deles. O consultor ressaltou a necessidade de se construirem redes de relacionamento energéticas que inspirem a confiabilidade e a reciprocidade, cultivando ainda um clima organizacional tranquilo e saudável. Ele ainda sugeriu a realização de avaliações mensais sobre a gestão para orientar melhor a atuação dos líderes.

“Liderar é influenciar pessoas para que se mobilizem para o que deve ser feito e, dessa forma,  chegar a objetivos compartilhados. É atuar para que estejam satisfeitos, engajados, informando sempre para que aquilo que fazem tenha sentido e, em suma, tenham uma vida mais feliz. Para isso, o líder precisa estar muito próximo, para ser bem recebido e evitar o grande distanciamento que existe nas empresas e que pode comprometer os resultados”, afirmou Guimarães.

Ele acrescentou que os princípios de liderança positiva estão baseados em conceitos da Psicologia Positiva, ciência que estuda as potencialidades e virtudes humanas, os fatores que permitem a prosperidade dos indivíduos e das comunidades.

 

registrado em: