Nova administração nos EUA: Amcham parabeniza posse de Joe Biden e Kamala Harris

publicado 20/01/2021 12h48, última modificação 27/01/2021 15h59
Brasil - Esperamos construir uma agenda bilateral estratégica junto a comunidade empresarial dos dois países
joe biden kamala harris posse.jpg

As eleições americanas definiram uma nova administração presidencial para os próximos quatro anos: parabenizamos Joe Biden e Kamala Harris pela posse como presidente e vice-presidente dos Estados Unidos, respectivamente, desejando êxito no desempenho de suas funções. 

“Esperamos que, com o início desta nova administração, se renovem os laços duradouros de amizade e parceria entre os Estados Unidos e o Brasil e se aprofunde a criação de bem estar e prosperidade para os povos de ambos os países” lembra nossa CEO, Deborah Vieitas.

Brasil e Estados Unidos são as duas maiores democracias e economias das Américas. Juntos, representam mais de 90% do PIB e mais da metade da população do continente, sendo ambos indispensáveis para o desenvolvimento da região.  

“A liderança dos dois países também é essencial na concepção de soluções bem sucedidas para questões globais em áreas que vão desde o comércio internacional e segurança alimentar até meio ambiente e sustentabilidade. Encorajamos os governos de ambos os países a construírem relações pragmáticas e mutuamente benéficas, que levem ao adensamento de seus laços bilaterais e permitam sua atuação coordenada frente a desafios internacionais de interesse comum”, avalia Vieitas.

 

MUDANÇAS À VISTA

Nesta nova administração, esperamos algumas mudanças importantes em relação à agenda de comércio internacional, com uma administração mais favorável ao multilateralismo, e também na política externa, com atuação em temas como meio ambiente, direitos humanos e segurança. Outra mudança significativa é a ênfase na proteção ambiental e promoção da economia sustentável. Para ver mais análises, acesse o nosso relatório, realizado em parceria com a Prospectiva. 

 

NOSSO PAPEL

Estamos à disposição para, em conjunto com a comunidade empresarial dos dois países, apoiar a aproximação e contribuir para o estabelecimento de uma agenda estratégica em temas de comércio, investimentos, sustentabilidade, bioeconomia, infraestrutura, energia, agricultura, entre tantos outros que compõem as ricas e diversificadas relações entre Brasil e Estados Unidos.