Sede da Amcham-São Paulo economiza 1,76 milhão de litros de água em 2012 e se prepara para se tornar prédio verde

por marcel_gugoni — publicado 09/01/2013 14h02, última modificação 09/01/2013 14h02
São Paulo – Iniciativa representa economia de 30% do total consumido nas instalações e faz parte de processo para obter certificação Leed.

A Amcham, ao longo de 2012, deu vários passos para transformar sua sede em São Paulo em um prédio verde com certificação Leed (Leadership in Energy and Environmental Design) na categoria de edifícios existentes. De abril a dezembro, foram poupados 1,75 milhão de litros de água, o equivalente a 220 mil litros por mês, ou 30% do total de água gasto nas instalações.

A economia foi possível graças à instalação de coletores de água da chuva e construção de reservatórios capazes de armazenar 54 mil litros dessa água, destinada a uso sanitário e para limpeza. Outras medidas como a mudança nos processos de higienização do prédio também contribuíram com a redução do consumo de água.

Quer participar dos eventos da Amcham? Saiba como se associar aqui

Com as mudanças que vêm sendo implementadas, cada lavagem dos banheiros economiza em torno de 40 litros. A limpeza dos espaços para realização de eventos do Business Center agora poupa 600 litros por semana. No total, a economia obtida com os novos processos de limpeza está na casa dos 16 mil litros por mês.

Entre os produtos de limpeza, a Amcham vem substituindo os panos de algodão por tecidos de microfibra, que duram dez vezes mais do que as flanelas e garantem maior eficiência no uso. Outra vantagem é que a produção da microfibra não emprega agrotóxicos.

Veja aqui quais são as vantagens de ser sócio da Amcham 

Os equipamentos eletrônicos adotados na limpeza se enquadram na categoria classe A em consumo de energia – a mais econômica.

Outra preocupação da Amcham é incentivar seus fornecedores a também aderirem a práticas de sustentabilidade.

Mais energia

Daniela Aiach, diretora de Eventos Corporativos e Sustentabilidade da Amcham, aponta outros avanços que devem ocorrer nos próximos meses. “Como um pré-requisito do Leed é a eficiência na renovação do ar, o andar onde funciona a administração da Amcham deve ser rearranjado e ter um novo layout para que passemos a priorizar as janelas e as saídas de ar do prédio”, adianta.

Para 2013, está prevista também a instalação de um sistema de descargas sanitárias mais racional, que libera dois volumes diferentes de água após o uso, dependendo do tipo de resíduo, e permite economia de até 60% de água.

Leia mais: Economia de água propiciada por sistema de descarga sanitária dá Prêmio ECO 2012 à Duratex na categoria Sustentabilidade em Produtos ou Serviços

Os colaboradores serão conscientizados a respeito de práticas mais sustentáveis, como a importância de desligar os computadores no final do expediente para poupar energia.

Regras de sustentabilidade 

Para a diretora, a fase atual é uma das mais críticas para o processo de certificação. Isso porque requer a implementação de medidores de energia, a adoção de políticas de compras sustentáveis e o controle rigoroso das práticas dos fornecedores. O Leed exige 12 meses de medição e cinco meses de análise da documentação. Todas essas informações são traduzidas e enviadas ao USGBC (US Green Building Council , oórgão certificador).

“Após esse período, saberemos em que nível da certificação o prédio vai se encaixar. Estamos trabalhando para alcançar o primeiro nível, conhecido como Certified”, adianta Daniela. De acordo com ela, a partir de setembro de 2013, os processos estarão concluídos, o que permitirá dar entrada no pedido de certificação.

O Leed

O Leed é um sistema de certificação e orientação ambiental de edificações que baliza a condução e a adoção de práticas de Green Building em um processo integrado de concepção, construção e operação de edificações e espaços construídos.

A certificação concedida varia conforme o tipo de construção ou adaptação sustentável feita, em novos prédios ou reformados, a partir de projetos exteriores ou só da parte interna do prédio, em lojas, escolas ou unidades de saúde etc. Há selos conforme a pontuação de uma lista das diferentes práticas adotadas – da captação da água das chuvas até o controle da cadeia de fornecedores e da destinação do lixo. O Certified é o primeiro nível, sucedido por Silver, Gold e Platinum.

Segundo dados do GBC Brasil, o País é o quarto colocado no ranking mundial de construções verdes, com 51 prédios certificados e 525 em processo de certificação, atrás apenas de Estados Unidos, Emirados Árabes Unidos e China. 

Premiados: Amcham anuncia empresas vencedoras do Prêmio ECO 2012

A Amcham  já é reconhecida por realizar a maior premiação de sustentabilidade do Brasil, o Prêmio ECO, que completou em 2012 seus 30 anos. “Temos que dar o exemplo”, avalia Daniela.

registrado em: