Barack Obama fala sobre economia em seu terceiro discurso de Estado da União

por giovanna publicado 24/01/2012 18h21, última modificação 24/01/2012 18h21
São Paulo – Tradicional fala é prestação de contas do presidente para os americanos.

A economia deve ser o tema principal do terceiro discurso de Estado da União (State of the Union Speech) que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fará nesta terça-feira (24/01) em Washington. O pronunciamento está marcado para 21h, no horário local (meia-noite do Brasil).

O conselheiro da Casa Branca David Plouffe adianta que o presidente vai falar sobre “o progresso que fizemos e o esforço que ainda temos que fazer para construir uma economia que seja boa para a classe média”.

Entre os assuntos de que Obama deve falar, estão o fair share (a política de mais impostos para os ricos), o fair shake (a manutenção de benefícios sociais dos trabalhadores como o Social Security) e o fair play (não prejudicar o resto da população pela distribuição desigual de renda que criou um desequilíbrio no Social Security).

Desde seu primeiro ano de governo (após a eleição em 2009), a crise econômica aparece de alguma forma no discurso de Estado da União de Obama. Em 2010, em sua primeira fala, Obama anunciou medidas de contenção de gastos e pediu ajuda ao Congresso para aprovar incentivos à criação de empregos.

Em 2011, com apoio reduzido no Congresso, o presidente americano voltou a solicitar suporte dos parlamentares – e o fim das diferenças partidárias por um país unido.

“O que está em jogo não é quem vencerá as próximas eleições”, disse Obama. “E sim se novos empregos e indústrias se estabelecerão neste país ou em outro lugar.” Ele destacou que a inovação era uma saída para enfrentar a ascensão de países como China e Índia à posição de grandes players globais.

Palavra à nação

O discurso de Estado da União é uma formalidade e uma prestação de contas do presidente ao fim de mais um ano de mandato. Ele tem por objetivo apresentar ao Congresso as prioridades da gestão do líder da Nação para o ano seguinte.

Prestar contas à população é uma das obrigações do presidente. E os temas tratados são os de interesse geral – de economia a segurança nacional.

Por esse motivo a cerimônia é realizada em uma sessão conjunta das duas Casas do Congresso (Câmara dos Deputados e Senado). O vice-presidente e o presidente da Câmara acompanham o pronunciamento ao lado do chefe de Estado.

 

registrado em: