De olho em comércio internacional, mais empresas recorreram à Amcham para contatos e parceiros

por andre_inohara — publicado 13/01/2012 12h34, última modificação 13/01/2012 12h34
São Paulo – Pedidos de consultas de comércio exterior aumentaram 7% entre 2010 e 2011.

A capitalização das empresas brasileiras, possível graças ao aquecido mercado interno nos últimos anos, levou muitas delas a olhar o mercado externo como alternativa para expansão ou busca de parceiros comerciais.

Em 2011, a Amcham atendeu a 693 pedidos de pesquisas de comércio exterior, um volume 7% superior ao de 2010, tendo sido 648 atendidas.

De acordo com o departamento de Comércio Exterior da Amcham, metade das consultas era para identificar fornecedores e clientes potenciais em mercados como os Estados Unidos e China.

Ao todo, foram 346 pesquisas feitas pela Amcham sobre contatos comerciais em busca de parceiros e informações sobre particularidades burocráticas e tributárias dos mercados externos. Pedidos de estatísticas econômicas internacionais geraram 44 pesquisas (6,3%).

Questionamentos sobre o processo de abertura de empresas em países como os Estados Unidos também foram bastante solicitadas, conforme o departamento de Comércio Exterior da Amcham.

Nas reuniões de negócios promovidas pela Amcham para empresários brasileiros, foram distribuídos 85 cadernos (30,3%) com informações socioeconômicas dos Estados Unidos.

O título US Highlights, contendo dados sobre a economia americana, foi entregue a 58 interessados, e o Indiana Highlights, sobre o estado de Indiana, foi distribuído para 27 solicitantes. Ambos foram lançados em 2011 pela Amcham em parceria com o governo americano.

Cerca de 1% das solicitações se transformou em projetos específicos de consultoria, que traziam informações sobre como abrir empresas nos Estados Unidos, posicionamento de mercado e contatos para parcerias.

Empresas estrangeiras demonstram interesse pelo Brasil

A Amcham também ajudou empresas estrangeiras interessadas em conhecer o mercado brasileiro. Parte das pesquisas consistiu na distribuição de 210 cadernos Brazil Highlights, estudo elaborado pela Amcham com parceiros da iniciativa privada para potenciais investidores estrangeiros.

O Brazil Highlights é uma publicação em inglês e traz um panorama geral político, econômico e social do País, para facilitar a compreensão do ambiente de negócios brasileiro.

Os serviços de consultoria da Amcham continuarão sendo oferecidos, mas serão reformulados, destaca Camila Moura, gerente de Comércio Exterior da Amcham.

“Vamos oferecer uma gama de serviços para empresas estrangeiras que procuram o Brasil ou para se inserir ou expandir negócios”, disse Camila.

“É algo que já temos, mas está sendo reformulado para oferecer informação, networking e contatos comerciais para os estrangeiros”, ressalta.

Perfil das empresas associadas

Os quase 700 pedidos de pesquisa foram solicitados por 427 empresas, segundo o departamento de Comércio Exterior da Amcham. Dessas, 235 fazem parte do quadro de companhias associadas e representaram 55% das demandas de pesquisa.

As empresas associadas que mais utilizaram o serviço de pesquisa de comércio exterior da Amcham foram do setor industrial (aproximadamente 70), seguidas pelas companhias de finanças (na casa dos 55 pedidos), serviços e tecnologia, com quase 50 solicitações cada.

A maior parte das pesquisas feitas pelos associados foi solicitada por empresas de pequeno porte, com até 100 funcionários. Juntas, foram responsáveis por 305 pedidos de pesquisa, ou 44% do volume total de 693 solicitações de 2011.

Cerca de 94 pedidos de pesquisa vieram de companhias que possuem de 6 a 20 funcionários, enquanto que 90 pesquisas partiram de empresas com 1 a 5 funcionários, de acordo com o departamento de Comércio Exterior da Amcham.

Aproximadamente 65 solicitações de consulta foram de empresas com 21 a 50 funcionários, enquanto que companhias com 51 a 100 colaboradores solicitaram em torno de 56 pesquisas.

registrado em: