Banco Mundial, Fundação Telefônica Vivo e Inep debatem a iniciativa privada na educação brasileira

publicado 19/02/2015 15h43, última modificação 19/02/2015 15h43
São Paulo – CSN e Centro Paula Souza também integram painel de debate do seminário da Amcham
iniciativa-privada-9176.html

A Amcham promoverá, em 25 de fevereiro, o seminário “Iniciativa privada e os agentes de educação no Brasil”, para debater os gargalos do setor, o que tem sido feito pelas empresas privadas e como a educação pode impulsionar a inovação e a produtividade no país.

Serão dois painéis, mediados pelo professor da Universidade de São Paulo, Jacques Marcovitch. O primeiro reunirá Claudia Costin, diretora de Educação do Banco Mundial; e Francisco Soares, presidente do Inep, para discutir os desafios da educação e maneiras para enfrentá-los.

Já o segundo trará Gabriella Bighetti, presidente da Fundação Telefônica Vivo, Alba Valéria Santos, gerente de Recursos Humanos da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), e Almério Melquíades de Araújo, coordenador de Ensino Médio e Técnico do Centro Paula Souza, falando da educação como chave para a inovação e a produtividade.

O evento acontecerá na sede da Câmara, em São Paulo (Rua da Paz, 1431 – Chácara Santo Antônio). As inscrições devem ser feitas pelo site www.amcham.com.br/eventos.

Iniciativa privada e os agentes da educação no Brasil
Data: 25 de fevereiro, das 8h às 12h
Local: Amcham-São Paulo / Rua da Paz, 1431 – Chácara Santo Antônio
Investimento: Gratuito para sócios da Amcham | R$ 300 para não-sócios
Inscrições: www.amcham.com.br/eventos