Brasil ainda não se percebeu como protagonista nas relações internacionais, diz deputado Walter Feldman

por simei_morais — publicado 22/03/2013 14h43, última modificação 22/03/2013 14h43
São Paulo – Para ele, País tem potencial competitivo muito maior que o atual. Parlamentar participou de comitê da Amcham para apresentar proposta do novo partido Rede Sustentabilidade.
ilustracao.jpg

“O Brasil tem potencial competitivo muito maior, mas ainda não se entendeu como um protagonista estruturante nas relações internacionais”, avalia o deputado federal Walter Feldman (PSDB -SP), que esteve na Amcham-São Paulo nesta sexta-feira (22/03) pra participar do comitê estratégico de Relações Governamentais.

 

Ele falou ao grupo de executivos que atuam na área de Relações Governamentais sobre gargalos a uma maior competitividade da economia nacional e apresentou as propostas de criação do partido Rede Sustentabilidade, cuja organização está sob o comando da ex-senadora Marina Silva.

 

Já dialogaram com os integrantes do comitê vários representantes da classe política brasileira, como o deputado federal Sérgio Guerra (PSDB-PE), o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD), o vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos (PSD), e o secretário estadual da Fazenda, Andrea Calabi.

 

De acordo com o deputado, a Rede Sustentabilidade está prestes a obter todas as assinaturas necessárias para a fundação do novo partido. A meta é recolher 500 mil adesões até setembro, em ao menos nove estados. “A Amcham é uma passagem obrigatória para os políticos de São Paulo para prestar contas e dizer o que estão fazendo de novo em relação ao interesse público”, diz.