Perspectivas econômicas apontam o Brasil como grande oportunidade para investimentos em ações

por marcel_gugoni — publicado 12/04/2012 09h12, última modificação 12/04/2012 09h12
Curitiba – Crescimento econômico brasileiro representa oportunidade para a aposta em empresas nacionais.
palestra_felix195.jpg

Os investimentos crescentes e o bom desempenho da economia colocam o Brasil no foco das atenções globais. Isso é bom para as empresas porque têm oportunidade de mostrar que podem ser um bom alvo de investimentos estrangeiros. A avaliação é de Carlos Eduardo Rosa Felix, agente de investimentos da Gradual Investimentos.

Para ele, os eventos esportivos mundiais, como a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, devem trazer para o Brasil investimentos na casa de R$ 47 bilhões só em infraestrutura nos próximos anos. E há outros setores beneficiados na esteira – construção, transporte, logística, comércio e serviços financeiros.

Em palestra no comitê de Finanças da Amcham-Curitiba nesta terça-feira (09/04), ele afirmou que o País tem uma ótima oportunidade para investimentos no mercado de renda variável.

O especialista apontou que, a exemplo de outros países-sede de grandes eventos esportivos, o Brasil deve apresentar um alto ganho. Como retorno de seus investimentos, Alemanha, África do Sul e China arrecadaram diretamente com os eventos € 3,6 bilhões, US$ 905 milhões e US$ 13,4 bilhões, respectivamente.

Veja aqui quais são as vantagens de ser sócio da Amcham

Década de ouro

Além das competições, a economia brasileira deve manter seu crescimento nessa década. Para Felix, mesmo que o mundo apresente uma menor taxa de crescimento, os países emergentes devem crescer a taxas mais elevadas do que as mundiais nos próximos anos.    “O Brasil, por exemplo, vive a sua década de ouro. Esse é um bom momento para se investir em ações no país e, paralelamente, é também um bom momento para que as empresas realizem abertura de capital”, indicou no evento.

O IPO (Initial Public Offering, ou oferta pública de ações) representa uma oportunidade de desenvolvimento, em especial para os setores de consumo interno, que é estimulado pelo turismo. “A sua realização, no entanto, não depende apenas do momento econômico, mas sim de uma decisão estratégica de cada organização”, afirma. 

Ele diz que a abertura de capital por parte das empresas, apesar de também beneficiada pelo atual momento econômico brasileiro, não pode seguir um modelo de ação. Segundo Felix, as companhias precisam avaliar se estão dispostas a cumprir as exigências necessárias, como a publicação de seus balanços, e também se realmente necessitam captar dinheiro externo.

Quer participar dos eventos da Amcham? Saiba como se associar aqui

“Não importa a sua renda ou renda da empresa, para poupar basta ter disciplina”, explica Felix.

O especialista pontua cinco questões essenciais para o investimento no mercado de renda variável:

Disciplina

O primeiro passo para quem deseja realizar um investimento é o planejamento. A comparação e análise dos riscos, retorno, liquidez e rentabilidade devem, obrigatoriamente, fazer parte de qualquer estratégia.  Na avaliação de Felix, é preciso definir uma estratégia e segui-la. “O investidor brasileiro não tem o hábito de se programar financeiramente e de avaliar os custos e os riscos de cada operação”.

Diversificação

Uma estratégia simples para que o investimento apresente risco reduzido é a sua diversificação. Segundo o especialista, quanto mais o investidor diversificar a alocação de seus ativos entre vários instrumentos, setores ou outras categorias, menor o risco e maior a rentabilidade dos investimentos como um todo. “90% do retorno de um investimento é resultado da alocação e somente 10% do timing”.

Informação

O mercado de renda variável é muito dinâmico e exige que o investidor esteja constantemente informado.  A contratação de um profissional ou de uma empresa especializada nessas informações é a solução mais adequada para o especialista.

Seletividade

Em primeiro lugar, é preciso saber que tipo de investidor você é e qual estratégia de investimento seguir. Depois disso, a avaliação sobre quais as ações, empresas e setores são mais adequadas ao seu tipo de investimento pode garantir um maior retorno.  

Constância

O investimento em ações na bolsa deve focar o longo prazo. Segundo Felix, como esse mercado é muito volátil, o investidor precisa olhar a rentabilidade e o retorno dos seus ativos sem imediatismo.