Walmart, Sodexo, Itaú e ex-diretor da OMS debatem efeitos da longevidade nos negócios na quarta-feira (15/3)

publicado 13/03/2017 10h21, última modificação 13/03/2017 10h21
São Paulo – Dotz, Brazil Senior Living e Home Angels também participarão das discussões sobre o tema
longevidade-pic01.jpg-7376.html

O impacto do envelhecimento iminente da população brasileira, a inclusão de profissionais idosos nas empresas e a oferta de serviços a esse público serão discutidas no ‘Seminário Longevidade – Impactos para a Iniciativa Privada’ da Amcham – São Paulo na quarta-feira (15/3), das 8h às 11h40. Dados do IBGE revelam que a partir da próxima década, a população brasileira começará a envelhecer de forma acelerada. A proporção de cidadãos com mais de 60 anos na população vai aumentar dos atuais 10% para 25% em 2060.

Alexandre Kalache, co-presidente do Centro Internacional de Longevidade e ex-diretor do Programa Global de Envelhecimento e Saúde da Organização Mundial da Saúde (OMS), traça um panorama das mudanças provocadas pelo aumento da longevidade populacional.

Kalache também modera o painel de discussões sobre a integração de profissionais seniores nas empresas. Os debatedores são Cleide Oliveira, diretora de RH da Walmart Brasil, Rogério Bragherolli, diretor executivo de RH da Sodexo Benefícios e Incentivos, Henrique Noya, diretor executivo do Instituto Mongeral Aegon, e Fábio Sant’Anna, diretor de Gente & Gestão da Dotz.

As oportunidades e desafios do mercado de longevidade serão comentados por empresas que já atuam no setor. Ricardo Soares, presidente da gestora de projetos para idosos Brazil Senior Living, Marco Imperador, sócio-diretor da empresa de cuidados pessoais Home Angels Brasil Franchising, e Giovana Milani Sgreccia, gerente de sustentabilidade e negócios inclusivos do Itaú Unibanco, participam do debate. O moderador é Martin Henkel, sócio do instituto de pesquisas SeniorLab Inteligência em Mercado 60+.