“As pessoas querem receber das marcas uma poesia inacabada”, defende diretor de Planejamento da Ampla

por anne_durey — publicado 03/05/2013 10h54, última modificação 03/05/2013 10h54
Recife - Desenvolver repertório é mais importante do que reposicionar a marca a cada ação

Vivemos em um mundo cada vez mais conectado, móvel e colaborativo. Fernando Lima, diretor de Planejamento da Ampla, analisa que estas são as razões para que as marcas permitam que seu público participe da construção de seu conteúdo.

“O papel da criação em uma agência é ser cocriativa. É entregar poesia inacabada às pessoas”, disse Lima durante o 9º Panorama de Marketing em Pernambuco da Amcham-Recife, em 30/04. “O seu público completa a história que você começa a contar em sua campanha”, completou.

Lima afirma que a comunicação integrada realizada atualmente é “rígida”. “Não é necessário replicar o mesmo discurso em diferentes meios”, disse. Para ele, cada meio pode dar origem a um diálogo específico, que agregue mais valor à ação da marca. Ele defende que as marcas se tornem mais humanas e que quem pensa a comunicação deve “diminuir o discurso e aumentar o diálogo”. 

“As pessoas que consomem comunicação são mais interessantes que os publicitários, eles apenas ainda não enxergam isso”, Lima usa a afirmação para contextualizar porque o conteúdo deve estar acima de tudo nas ações de marketing.

Ele comenta que criar um repertório para a marca é mais importante do que reposicioná-la a cada campanha. Acrescentar novos conceitos à marca, respeitando seu DNA, é o caminho.

Lima analisa que no Brasil poucas marcas conseguem realizar isto. Uma delas é a Skol que, segundo o executivo, realiza conexão com seu público via um repertório próprio e autêntico.

Panorama de Marketing em Pernambuco

A 9ª edição do evento da Amcham-Recife reuniu cerca de 90 gestores dos segmentos de comunicação e marketing de empresas associadas à entidade. Realizado em um cinema do Shopping Recife, o encontro contou ainda com palestras das agências Gruponove e hagua e do especialista em marketing digital, Eden Wiedemann.

Leia mais

Especialista aponta por que uma empresa deve fazer marketing digital

Galinha Pintadinha, do Youtube para as prateleiras das lojas

Smartphones e redes sociais são cada vez mais canais de venda

registrado em: