64% de empresas brasileiras permitem uso de seus dados por colaboradores fora do ambiente de trabalho

publicado 31/10/2013 17h09, última modificação 31/10/2013 17h09
São Paulo – Mobilidade corporativa é tendência e aumenta a produtividade das equipes, segundo especialista
uso-foto01.jpg-1827.html

O cenário em que o colaborador tem a possibilidade de acessar dados da empresa em qualquer lugar tem se tornado cada vez mais comum no Brasil. De acordo com Paulo Daniel da Silva, gerente do Centro de Serviços Compartilhados de Administração de Pessoal da Fiat, 64% das empresas brasileiras já permitem a mobilidade corporativa, 18,9% pretendem incorporá-la às práticas da companhia em seis meses, e 12,3% se mostram interessadas em utilizá-la em um ano. Apenas 4,7% ainda não introduziram a mobilidade na empresa e não têm previsão de uso.

Segundo ele, nos últimos cinco anos, a mobilidade se manteve como um dos elementos com crescimento de orçamento mais acelerado para as empresas.

“A mobilidade é uma tendência, pois agiliza alguns processos ao permitir que os colaboradores trabalhem de qualquer lugar e, consequentemente, aumenta a produtividade das equipes”, diz Silva, que realizou palestra ao comitê de Viagens e Mobilidade Corporativa da Amcham, na última terça-feira (29/10).

Para garantir a eficiência dessa ferramenta, Silva recomenda a elaboração de um plano estratégico para avaliar quais dispositivos e sistemas poderão ser utilizados, e de ações para inserção progressiva dos colaboradores ao universo tecnológico.

É fundamental também criar políticas de uso e segurança, promovendo educação contínua dos usuários, e estabelecer métricas para avaliação dos resultados. “Ao mesmo tempo em que traz ganhos, a mobilidade corporativa também traz riscos, pois lidamos com informações sigilosas e estratégicas da empresa. É por isso que é preciso investir muito na segurança da informação”, alerta.

registrado em: