CEO do Great Place to Work ressalta importância da comunicação para bom um ambiente de trabalho

publicado 03/10/2013 15h52, última modificação 03/10/2013 15h52
Recife - Ruy Shiozawa palestrou na Amcham e debateu sobre feedback e reconhecimento na gestão de pessoas
place-foto01.jpg-8840.html

A ferramenta mais importante na união entre um bom ambiente de trabalho e uma gestão de pessoas qualidade é saber ouvir - tanto o líder, quanto o liderado. É o que afirma Ruy Shiozawa, CEO do Great Place to Work (GPTW) Brasil, instituto referência no ranking das melhores empresas para se trabalhar. “Nossa pesquisa tem o intuito de orientar as empresas no caminho para uma boa gestão de pessoas. Mas tudo seria mais fácil se os funcionários falassem a verdade, na comunicação corporativa e rotineira”, explicou.

Segundo Ruy, uma das piores situações que uma organização pode enfrentar é causada pela falta ou falha de comunicação entre diretoria e o sistema operacional. “Ninguém se sente confortável trabalhando em um ambiente com rumores, por exemplo, de uma demissão em massa”, continuou.

O CEO da GPTW debateu sobre como área de Recursos Humanos pode contribuir com os resultados da organização cuidando de seus funcionários no Comitê de Gestão de Pessoas da Amcham-Recife, na última quinta-feira (26/09) - um dia após entregar o prêmio de melhores empresas para se trabalhar para 15 organizações pernambucanas.

O papel do líder

Responsabilidade do líder, outro ponto importante na manutenção de um ambiente saudável dentro da empresa é o feedback. “É necessário que o funcionário esteja ciente do resultado de suas atividades com frequência. Se for satisfatório, ótimo. O reconhecimento é importantíssimo na produtividade. Se não, é preciso uma orientação”, observou Ruy, que ainda ressaltou o valor de se investir no trabalho em equipe na conquista de um staff mais unido e integrado. “O impacto não é apenas na motivação dos funcionários, mas também no aumento da produtividade da empresa e na atração de talentos, por exemplo. As pessoas passam a ver mais significado no trabalho”.

Pernambuco

De acordo com os dados da pesquisa da GPTW aplicada nas empresas ganhadoras em Pernambuco, 43% dos funcionários responderam que escolhem e permanecem em uma organização pela oportunidade de desenvolvimento. Na linha contrária estão os 5% que ocupam seus cargos por comodismo e os 9% que falaram sobre o valor do salário.

“É importante ações que inspirem os associados e funcionários. A Rota do Mar, por exemplo, organizou um casamento coletivo para os funcionários que não tinham condições, ou como em alguns estádios da Copa, que realizaram o jogo inaugural com os operários e suas famílias”, comentou Ruy. Segundo o estudo, a ABA (Associação Brasil América) é a melhor empresa para se trabalhar no estado.   

registrado em: