CEO Fórum Campinas lota Teatro de Paulínia para debater arte de liderar

publicado 21/05/2014 13h12, última modificação 21/05/2014 13h12
Campinas - Maestro Walter Lourenção, o consultor Alfredo Assumpção e a superintendente da Esmaltec, Annette de Castro, participaram da 13ª edição do Forum, com o tema "A Arte de Reger Talentos"
ceo-forum-campinas-2665.html

Mais uma edição de casa cheia do CEO Fórum da Amcham-Campinas.  Cerca de 800 empresários, executivos e autoridades acompanham na quarta-feira (21/05) a décima terceira edição do evento, realizado no Teatro Municipal de Paulínia.

Com o tema “A Arte de Reger Talentos”, o encontro trouxe palestras de Alfredo Assumpção, fundador da Fesa e da Asap; e Annette de Castro, superintendente da Esmaltec. O evento encerra com apresentação do maestro Walter Lourenção, filosofo pela USP e ex-maestro do Teatro Municipal de São Paulo. Lourenção trouxe para o CEO Fórum uma analogia entre o papel do maestro ao reger uma orquestra e o líder regendo talentos de uma organização.



Abaixo os principais destaques das palestras do 13 CEO Fórum da Amcham-Campinas:

Alfredo Assumpção:

“Eu só tive uma reposição na minha vida. Um líder não pode desistir facilmente de um colaborador e precisa está disponível para guiar ”

“Um líder é o exemplo a ser seguido, uma escada lava-se de cima para baixo”

"Crie felicidade acima dos lucros"

"O mundo hoje está caótico e competitivo. Líderes fortes e referência são cada vez mais necessários. Quem diria, por exemplo, que um papa renunciaria?" 

“O diploma não faz um Líder, mas sim as cicatrizes e calos corporativos que ele carrega das empresas por onde passou anteriormente”.

“Talento é se fazer necessário, caso contrário você se torna um talento obsoleto”

 "O líder deve permitir o erro honesto"

Annette de Castro:

“Um líder precisa gostar de cuidar e guiar pessoas" 

“Luto para ter os melhores profissionais ao meu redor, independente de gêneros”

“Eu adoro os colaboradores rebeldes, eles sempre trazem contribuições interessantes. É preciso saber guiar e limitar as ousadias”.

“Uma equipe só admira um líder se ele acertar. É preciso ousadia sempre para acertar”

“Precisamos ser todos os dias aprendizes, pois lidamos com uma geração completamente diferente da nossa”.

“Devemos nos apaixonar pelo que fazemos, caso contrário se torna um sacrifício” 

"O líder precisa ter seus momentos de solidão, de cuidar de si mesmo. Na solidão, surgi reflexões que ajudam nas decisões"

Maestro Walter Lourenção:

"Não existe orquestra, existe unidade. A magia é ter um conjunto de sons"

"Ninguém pode ficar inspirado com hora marcada. Cada talento deve começar a tocar, quando se sentir inspirado"

"Não se pode ficar o tempo endeusando o maestro. É a orquestra que faz a música"

"O estudo da música nas escolas seria de extrema importância para desenvolver reflexos importantes em qualquer profissão"

registrado em: