Gerente da DuPont conta experiência da empresa com gestão de segurança

por lays_shiromaru — publicado 05/08/2014 13h27, última modificação 05/08/2014 13h27
São Paulo – Adotadas desde 1811, medidas simples têm apresentado resultados

“O compromisso da DuPont com a segurança dos colaboradores é de longa data”, contou Anis Saliba, gerente de Segurança, Saúde e Meio Ambiente da companhia, durante palestra ao comitê estratégico de Supply Chain da Amcham, em 29/07.

Em 1811, nove anos após o início da operação da fábrica de pólvora da DuPont, nos Estados Unidos, a empresa estabeleceu as primeiras condutas de segurança. O modelo de gestão foi levado e adaptado para as unidades de outras regiões onde a DuPont atua, e vem sido desenvolvido desde então.

Saliba conta que os padrões corporativos foram estabelecidos com base na experiência e no conhecimento. “Todos os colaboradores têm a oportunidade de opinar e sugerir eventuais mudanças nos nossos procedimentos”, diz.

Além disso, em nossas unidades adotamos comitês, integrados por profissionais de setores diferentes, para pensar em melhorias na gestão de riscos de maneira participativa.

Ações simples por mais segurança

Em algumas unidades no Brasil, a DuPont conta com profissionais da saúde que avaliam se os motoristas da equipe logística estão bem para dirigir. Com isso, é possível evitar que eventuais problemas de pequena proporção. “É importante analisar se eles [motoristas] estão bem física e psicologicamente, pois assim podemos evitar acidentes”, explica Saliba.

Ele defende a importância de pensar na segurança dos funcionários fora do trabalho, ação feita pela DuPont desde a década de 1950, com o programa off the job.

“Queremos assegurar saúde e segurança aos nossos colaboradores, independentemente do lugar onde estão”, diz. A empresa promove campanhas internas para dar recomendações e alertar sobre eventuais riscos de festas de carnaval, férias e epidemias, por exemplo. 

registrado em: