Head da Netshoes aponta as principais características para o profissional de CRM; confira em vídeo

publicado 04/12/2015 14h52, última modificação 04/12/2015 14h52
São Paulo - Alexandre Yamada ainda comentou sobre estratégias do e-commerce no CRM e deu dicas para iniciar este processo nas empresas
netshoes-foto01.jpg-8580.html

O CRM (custumer relatioship management) é um processo que ainda não está totalmente consolidado nas empresas brasileiras. Logo, o cenário deve crescer, bem como as vagas de emprego. No Comitê conjunto de Marketing e Vendas | CRM Extraindo o máximo dessa estratégia, realizado na sexta-feira (04/12), na sede da Amcham Brasil, em São Paulo, o head de CRM & Business Inteligence do Grupo Netshoes, Alexandre Yamada falou a qual perfil deve atender o profissional.

“Os profissionais são multiskill, ou seja, precisam ter tanto uma visão analítica muito boa, como também conhecimento técnico e do negócio. Precisa combinar aspectos como estatística, matemática e ter uma visão de negócio. Tem de ser um profissional híbrido”.

Yamada ainda comentou que os processos de CRM de negócios físicos e e-commerce não devem ter uma estratégia completamente diferente uma vez que querem chegar ao mesmo fim. “As estratégias são muito parecidas uma vez que o objetivo final é levar o consumidor a realizar a compra. A diferença do virtual é que precisa pegar o consumidor onde ele vai pesquisar e vai comprar no seu próprio ambiente, já no caso da loja física, tem de envolver esse cliente para leva-lo ao estabelecimento”.

Sobre a estratégia utilizada pelo CRM da Netshoes, o Head destacou que não há uma prática que se destaque. O que faz a diferença para engajar o cliente é toda uma cadeia de processos. “No caso da Netshoes, por ter trabalhado praticamente só no mundo online, toda nossa estratégia de aquisição, retenção e relacionamento com o cliente é virtual. Não um ponto em específico (que se destaque na estratégia). O que fazemos é ter uma cadeia combinada envolvendo todos os processos e a organização para o cliente”, concluiu.

Por fim, Yamada ainda citou o que é preciso na empresa para iniciar o CRM. Confira mais detalhes e a entrevista completa no vídeo abaixo.

 

 

registrado em: