Organização do tempo gera produtividade em questões pessoais e profissionais

publicado 16/09/2013 16h54, última modificação 16/09/2013 16h54
Campo Grande – Para professora, estabelecer metas e traçar um plano de ação é apenas primeiro passo
tathiane-deandhela-6075.html

Apresentar resultados com qualidade, num curto período, não deixando de lado assuntos pessoais, é um dos nossos maiores desafios. As dificuldades da gestão do tempo foram tema do workshop realizado pela Amcham-Campo Grande, em parceria com o Instituto de Pós-Graduação (IPOG), na última quarta-feira (11/09).

A palestrante Tathiane Deândhela, professora e coordenadora do MBA Executivo em Gestão Comercial do IPOG, explica que um dos principais motivos que resultam na má gestão do tempo é a falta de objetivos, que podem funcionar como uma bússola e nos auxiliar nas escolhas do dia a dia, quando definidos. Ela destaca também a falta de disciplina e dificuldade de dizer “não” para questões irrelevantes.

“É importante nos programarmos melhor, estabelecendo metas e traçando um plano de ação para alcançarmos nossos objetivos”, aconselha. Começar parece fácil, mas o maior desafio é manter-se no ritmo do planejamento. “A disciplina é fundamental durante todo esse processo. Acompanhar as metas, para analisar se a pessoa está na direção certa, e realizar eventuais ajustes quando necessário deveriam ser ações cotidianas. Outra dica é fazer uma atividade de cada vez, até concluí-la.”

Pessoal x Profissional

O equilíbrio entre as duas esferas pode trazer resultados excepcionais aliados à qualidade de vida. Tathiane diz que a definição da quantidade de tempo que dedicamos às questões pessoais e profissionais deve variar de acordo com os valores de cada indivíduo. Uma sugestão da coordenadora é utilizar agendas para organizar os compromissos pessoais. “É um erro pensar que só usamos agenda para a vida profissional”, diz.

registrado em: