Os erros e acertos de Locaweb, Korin, XP Investimentos, Proxis, Ráscal e Vagas

por lays_shiromaru — publicado 24/04/2014 13h21, última modificação 24/04/2014 13h21
São Paulo – No VI Encontro de Empreendedores da Amcham, dirigentes das empresas contam quais foram suas principais apostas e dificuldades
vi-encontro-empreendedores-9471.html

No VI Encontro de Empreendedores da Amcham, realizado na quinta-feira (24/04), em São Paulo, os dirigentes das empresas Locaweb, Ráscal, Korin, Proxis, XP Investimentos e Vagas falaram sobre os principais erros e acertos feitos durante suas trajetórias. Confira.

Gilberto Mautner, sócio-fundador da Locaweb

Acerto: “Acreditar, desde o início, que cada pessoa pode contribuir para o crescimento da empresa com suas próprias habilidades e tirar proveito das diferenças” – Mautner é engenheiro eletrônico, e seu sócio é publicitário.

Erro: “Não ter me preparado com antecedência para o sucesso que alcançaria com a Locaweb”.

Roberto Bielawski, presidente do Ráscal

Acerto: “Apostar na formação de uma equipe qualificada e dar foco aos clientes” – Atualmente, Bielawski conta com dez sócios, que começaram como colaboradores comuns e cresceram junto com a empresa. A confiança e sinergia entre eles garante a qualidade do atendimento ao cliente.

Erro: “Misturar família e negócios” – Ele conta que incentivou seus filhos a seguirem seus próprios sonhos e caminhos, alertando que teriam que trabalhar duro se quisessem fazer parte do Ráscal.

Reginaldo Morikawa, presidente da Korin

Acerto: “Continuar buscando tecnologia sustentável e formas para mostrar à população a necessidade de alimentação saudável” – Em 2013, a Korin foi premiada, pela segunda vez consecutiva, com o Prêmio ECO da Amcham, na categoria Sustentabilidade em Processos, pela produção de ovos por galinhas que vivem fora de gaiolas.

Erro: “Espelhar-se no modelo do supermercado americano Whole Foods Market, para levar alimentação saudável para as pessoas, mas sem consistência da produção” – Morikawa conta que recuaram bastante, ficando com apenas 178 funcionários e fechando várias lojas. “Tivemos que repensar e aprender a produzir alimentos verdadeiramente saudáveis”, diz.

Jimmy Cygler, CEO da Proxis

Acerto: “Acreditar e pautar suas ações no caminho do bem. Para um menino que teve uma infância terrível e descobriu tardiamente quem era, esse foi o maior acerto” – Cygler relatou suas dificuldades no livro Quem mexeu na minha vida?.

Erro: “Sempre fui muito focado e continuo trabalhando muito. Gostaria de ter buscado um equilíbrio maior entre o foco no trabalho e curtir a vida” – Ele ressalta que, mesmo tendo pagado um “alto preço” na vida pessoal, o foco no trabalho foi essencial para o sucesso da Proxis. 

Marcelo Maisonnave, sócio-fundador da XP Investimentos

Acerto: “Pedir demissão da corretora para a qual trabalhava para abrir seu próprio negócio” – Maisonnave fala que precisou de muita coragem para tomar essa atitude, mas que foi a melhor decisão de sua vida.

Erro: “Decisões baseadas na impulsividade da juventude”

Mário Kaphan, CEO da Vagas

Acerto: “O foco foi nosso maior acerto, dissemos muitos ‘não’ no caminho” – Kaphan acredita que a luta pela missão da empresa e pelo que ela defende foi essencial.

Erro: “Não ter identificado com clareza pessoas queridas que não se encaixavam no novo modelo” – A Vagas não foi criada baseada na gestão horizontal, e a implantação dela gerou uma série de dificuldades no começo da transição.

 

Veja abaixo galeria de fotos do VI Encontro de Empreendedores da Amcham

 

registrado em: