Para não ficar desatualizadas, empresas precisam investir nos sites corporativos

publicado 12/09/2013 10h40, última modificação 12/09/2013 10h40
Recife – Geração de conteúdo, uso de tecnologias de comunicação e redes sociais são recomendados
fernando-areias-9482.html

Mundialmente, um terço das organizações não possuem site adequado ao mobile, ou seja, aos dispositivos de comunicação portátil e acesso de informações rápidas. “Nos tempos da informação instantânea, isso é um absurdo. É preciso que as empresas acompanhem e se adaptem ao ambiente atual”, comentou Fernando Areias, diretor geral da Liferay no Brasil, em apresentação no Comitê de Tecnologia da Informação e Comunicações, realizado na Amcham-Recife, na manhã da quarta-feira (11/09). Segundo o palestrante, para o desenvolvimento específico na área, é necessário, além das inovações, que as organizações incentivem a geração de conteúdo.

O comitê, presidido por Cláudio Alcoforado, CIO do SJCC, abordou os desafios da gestão da informação nos portais corporativos, focando nos cinco componentes fundamentais na estrutura de um portal. O Big Data, onde o foco é o grande armazenamento de dados e maior velocidade, Social Business, que significa produzir, gerar e compartilhar conhecimento através da aplicação de características de redes sociais para gerir as operações da empresa, Cloud, que se refere à utilização da memória e das capacidades de armazenamento e cálculo de servidores interligados pela internet, Gestão de Documentos, sistema organizado que partilha de documentos e facilita os processos de negócio de uma empresa, e Mobile.

“Todos esses aspectos são complementares. Mas, penso que os conceitos de social business, mobile e gestão de documentos sejam os mais importantes nesses sistemas”, explicou Fernando, apontando alguns sites de empresas que atendem e equilibram perfeitamente essas requisitos: Cisco CDN, Tudo Azul e Mapfre – o último, de acordo com o palestrante, inovador em termos visuais e de segurança.

Sobre os inúmeros benefícios de se acompanhar e estruturar um bom portal corporativo, Fernando indicou a facilidade no atendimento e, consequentemente, nos serviços prestados. O retorno de investimento é, na grande maioria dos casos, certo, confirmou o diretor da Liferay. “Há muita facilidade e praticidade ao acesso das informações da empresa ainda em casa ou no caminho. O funcionário pode adiantar o trabalho de casa, sem se sentir culpado, por exemplo, pelo atraso”.

registrado em: