Projeto da Amcham-Recife em parceria com Empetur pretende estimular desenvolvimento do turismo de saúde em Pernambuco

por giovanna publicado 10/11/2011 18h44, última modificação 10/11/2011 18h44
Recife – Integração do polo médico do Estado com trade turístico da região é um dos focos.
paulasurubbi.jpg

A Amcham-Recife acaba de lançar o projeto Pernambuco na Rota do Turismo de Saúde. O programa, em parceria com a Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), tem como objetivo contribuir para maior competitividade do segmento de saúde pernambucano como destino nacional e internacional para tratamentos, bem como incentivar a integração das instituições do polo médico com o trade turístico da região.

“São Paulo e Porto Alegre já são cidades altamente estruturadas para o segmento de turismo de saúde. Recife, sendo um dos principais polos médicos do Brasil, tem potencial para figurar com mais força nesse cenário. Um passo importante para o desenvolvimento do cluster local é a articulação da iniciativa privada, o que buscamos realizar no projeto Pernambuco na Rota do Turismo de Saúde” declarou Paulina Sarubbi, gerente regional da Amcham-Recife, em coletiva de imprensa que apresentou o projeto aos principais veículos de comunicação do Estado na terça-feira (08/11).

Alberto Feitosa, secretário de Turismo de Pernambuco, ressalta que a iniciativa visa atrair pacientes tanto do Brasil quanto do exterior. “O foco do projeto é buscar maior atratividade de Pernambuco também para os pacientes do Norte e Nordeste, que muitas vezes procuram cidades como São Paulo para seus tratamentos médicos”, comentou.

O projeto Pernambuco na Rota do Turismo de Saúde conta ainda com apoio do Recife Convention & Visitors Bureau (RCVB) e da Prefeitura do Recife.

Ações do projeto

O projeto prevê uma série de ações, já em andamento, que buscam desde a estruturação dos hospitais para receber pacientes de outras localidades até a publicação de material inédito sobre o polo médico e turístico do Recife com foco no segmento de turismo de saúde. Confira abaixo mais detalhes de cada uma das ações:

Consultoria a instituições de saúde

A estruturação de instituições de saúde para receber os pacientes de outras localidades é um importante passo para potencializar a atratividade de Pernambuco. Atento a isso, o projeto contará com consultoria especializada realizada por Ruben Toral, presidente da Mednet Asia, consultoria especializada em inteligência de mercado na área da saúde.

“A consultoria levantará quais adaptações podem ser realizadas para melhor receber os pacientes de outras localidades. Nesse contexto, a consultoria analisará aspectos como marketing, serviços médicos, finanças, infraestrutura e serviços de suporte”, explicou Paulina Sarubbi.
De acordo com Alberto Feitosa, a consultoria será uma oportunidade de aproximar as instituições de saúde do projeto dando mais força ao turismo de saúde no Estado.

Luciana Fernandes, diretora comercial da Empetur, por sua vez, salienta que a consultoria auxiliará na identificação de especialidades médicas com prioridade para divulgação no contexto do turismo de saúde, estratégias de promoção do cluster e mercados-alvo das ações.
Publicação

A Prefeitura do Recife, através de sua Secretaria de Turismo, preparará publicação específica para os pacientes que procurarem tratamento na cidade. “Prepararemos essa publicação a partir de dezembro e a lançaremos em 2012. A ideia é fazer um material bilíngue que traga informações sobre os hospitais, a estrutura geral de serviços e informações sobre o que fazer na cidade após o tratamento de saúde”, explicou João Paulo Gomes, diretor de Marketing da Secretaria de Turismo do Recife.

Seminário internacional

O programa preparou o Seminário Internacional Pernambuco na Rota do Turismo de Saúde, que debateu em 09/11, em seguida à coletiva de imprensa, as oportunidades regionais no contexto da saúde internacional, a estrutura e os atrativos turísticos de Pernambuco e alianças estratégicas que podem ser traçadas com outros países na área. Além disso, o encontro mostrou cases de hospitais localizados em Porto Alegre e São Paulo, cidades referência no segmento de turismo de saúde.

Visita de especialistas

Os especialistas presentes ao seminário participaram de visitas guiadas aos principais destinos turísticos da região, especialmente ao litoral sul, onde se localizam praias de alta atratividade internacional como Porto de Galinhas. Além disso, a comitiva foi recebida pelas instituições de saúde participantes do projeto, onde puderam conhecer a estrutura oferecida pelos hospitais de Recife.

Missão internacional

Outra etapa do projeto pernambucano foi integração com a missão internacional de turismo de saúde, realizada pela Amcham-Brasil de 24 a 28 de outubro de 2011. Confira os principais destaques da ação aqui.


Em 2009 e 2010, a Amcham realizou outras duas missões com esse perfil por meio de sua regional de Recife. Esta foi primeira comitiva de caráter nacional voltada ao segmento.


Perspectivas para 2012

De acordo com Luciana Fernandes, um dos principais pontos do projeto em 2012 será trabalhar junto ao mercado africano. “Em São Paulo, 50% dos pacientes estrangeiros em busca de tratamentos médicos são de Angola. Este é um mercado-alvo para o Brasil e pretendemos começar a trabalhar nele”, comentou.

Ações de benchmarking na Turquia também estão sendo estudadas para integrar o projeto no próximo ano. Luciana comenta que o país é o segundo maior em volume de hospitais credenciados pela Joint Commission International (JCI) – maior associação mundial em acreditação em instituições de saúde – atrás apenas dos EUA. “Temos de observar as boas práticas no segmento para implantá-las em Pernambuco”, comentou Luciana. 

 

registrado em: