Caminho para a inovação não é uma linha reta, diz guru americano

publicado 25/09/2017 15h45, última modificação 25/09/2017 15h49
São Paulo – Hitendra Patel (IXL Center) participou do comitê de Inovação da Amcham, em 19/9
Hitendra Patel

Hitendra Patel, do IXL Center: “Inovação é como cruzar a floresta amazônica. Não há mapa, então é preciso haver muito esforço para explorar, experimentar e repetir”

O caminho que uma ideia inovadora percorre até o sucesso financeiro é mais longo e sinuoso do que uma empresa imagina, afirma o guru americano Hitendra Patel, professor de inovação e estratégia da Universidade de Toronto e CEO do IXL Center.

“Se você perguntar a um CEO qual a jornada de uma ideia inovadora, ele vai responder que é uma linha reta que começa na ideia e termina no retorno financeiro. Mas ela está mais para um traçado comprido, cheio de curvas e com muitas voltas”, disse, no comitê de Inovação da Amcham – São Paulo na terça-feira (19/9). “É como cruzar a floresta amazônica. Não há mapa, então é preciso haver muito esforço para explorar, experimentar e iterar (repetir)”, compara.

Patel é autor da metodologia 10x, que consiste em aumentar rapidamente o resultado de uma empresa em dez vezes baseado em objetivos ambiciosos, ideias disruptivas e equipes engajadas. Como exemplo da metodologia 10x,

O guru cita o caso da Hyundai. Durante a crise financeira de 2008 nos Estados Unidos, a montadora coreana contrariou seus concorrentes e segurou os preços dos automóveis. E avisou aos consumidores que, se eles perdessem os empregos, poderiam devolver os carros.

“Eles fizeram uma campanha incrível, com custo zero de inovação. Foi uma ideia simples, que criou uma forte relação com o consumidor. Eles gostaram da mensagem e, no final, muitos não perderam os empregos”, conta Patel. Como resultado, a Hyundai pulou da sétima para a quarta posição em vendas nos Estados Unidos.

Em breve, o Amcham Connect traz ebook inédito com os setes passos para a criação da estratégia 10x. 

registrado em: ,