Conheça as 15 startups que disputam por vaga na final do Arena 2020

publicado 12/11/2020 10h00, última modificação 13/11/2020 16h43
Brasil – Representando quinze cidades brasileiras diferentes, empresas concorrem à final da competição no dia 04/12
Amcham Arena 2020 competição nacional de startups

Após diversas etapas na competição, selecionamos as melhores startups de quinze cidades para compor o cardume que disputa uma vaga na final do Amcham Arena, no dia 04/12. Durante as fases de seletiva, as empresas foram as mais votadas por uma comunidade online de empresários dentro de nosso app. 

Licentia, Nanocelticals, Wehandle, Planvet, Nonno, Hublocal, Assinei, Manejebem, Pix Force, PagueBem, Educacross, Whywaste, Orça Aqui, Rentbrella e Sensix disputam vagas na final em votação online que vai até o dia 15/11. Junto a elas, concorrem também as melhores startups de  agro, construção, educação, fintech, indústria, recursos humanos, saúde, serviços e varejo. Acesse o site do Arena para deixar o seu voto nos negócios mais inovadores.

Saiba mais sobre as campeãs regionais abaixo:

 

Belo Horizonte: Licentia 

Plataforma online para otimizar o licenciamento ambiental através da integração da gestão dos processos com o fluxo de trabalho das equipes, documentos e gestão financeira da área ambiental. 

 

Brasília: Nanocelticals 

A Nanoceuticals existe para melhorar o desempenho de produtos das indústrias das ciências da vida, como a cosmética, de alimentos e do agronegócio. Utilizando partículas em escala nanométrica contendo princípios ativos que são capazes de penetrar nas camadas mais profundas da formulação, a solução da startup intensifica os benefícios de produtos. 

 

Campinas: Whehandle 

Plataforma para gestão de terceiros que oferece validação de documentações; marketplace; homologação de fornecedores; ferramenta de onboarding; possibilidade de treinamentos EAD. 

 

Campo Grande: Planvet 

Plano de saúde para pets com uma rede credenciada em todo o Brasil onde o dinheiro do cliente vale até sete vezes mais o que ele paga pelo plano e ainda conta com a liberdade dos benefícios via reembolso. 

 

Curitiba: Nonno 

Aplicativo que ajuda famílias que buscam por serviços de cuidado e de acompanhamento para entes próximos, a encontrarem profissionais qualificados, por meio de uma plataforma em que se paga apenas pelo tempo que utilizar o serviço. 

 

Fortaleza: Hublocal 

Plataforma de marketing que fortalece a presença online de empresas de forma integrada, automatizada e simplificada em todos os principais mapas e listas telefônicas da internet como Google Maps, Facebook Places, Apple Maps, Bing Maps, Yelp, Foursquare, Waze e outras 50 outras plataformas globais. 

 

Goiânia: Assinei 

Spin off do Grupo Siagri que se dispõe a trazer uma plataforma de gestão de contratos e documentos com solução integrada para assinaturas eletrônicas e digitais. 

 

Joinville: Manejebem 

Startup que gera inteligência para o desenvolvimento de comunidades de agricultores familiares. Através de aplicativo de celular, disponibiliza chat de assistência técnica rural. A tecnologia facilita a comunicação para adoção de manejos adequados e soluções inteligentes para agroindústrias e cooperativas agrícolas. 

 

Porto Alegre: Pix Force 

Fundada em 2016, a Pix Force desenvolve soluções para interpretar imagens e vídeos automaticamente – de forma mais barata, rápida e precisa do que a visão humana. Unindo Inteligência Artificial à visão computacional, solução da startup transforma imagens obtidas por câmeras, drones e satélites em informações e dados valiosos aos seus clientes. 

 

Recife: PagueBem 

Com o objetivo de tornar o ambiente de negócios brasileiro mais justo e transparente, a Pague Bem Brasil é um hub de soluções digitais e cash management focado em combater e prevenir a inadimplência entre os credores e devedores por meio de pesquisa, análises de crédito e automatização de cobrança. 

 

Ribeirão Preto: Educacross 

Fundada em Ribeirão Preto, a Educacross transforma o aprendizado da matemática em uma jornada lúdica e gamificada, aliando metodologia própria, games e inteligência artificial. Atendendo escolas em 20 estados do Brasil, a edtech une metodologias eficazes que promovem novas formas de ensinar e aprender. 

 

Rio de Janeiro: Whywaste 

Utilizando bigdata e inteligência artificial, a Whywaste reduz em até 60% as perdas de supermercados com produtos vencidos – um problema que gera para o setor prejuízos na ordem de R$ 2 bilhões ao ano. 

 

Salvador: Orça Aqui 

A OrçaAqui é plataforma que centraliza a cotação de materiais de construção civil, automatiza processos e conecta fornecedores e compradores em busca dos melhores preços para a realização de compras. 

 

São Paulo: Rentbrella 

Buscando facilitar a relação da população com o clima e a cidade, a Rentbrella é uma solução de compartilhamento de guarda-chuvas que viabiliza a mobilidade urbana e realiza ativações de marca de alto impacto. 

 

Uberlândia: Sensix 

A Sensix é uma agtech de gestão de performance de lavouras, que transforma utiliza imagens das lavouras em informações e dados precisos para auxiliar o produtor rural a tomar as melhores decisões de manejo no campo em tempo hábil.