Déficit nas interações entre universidades e empresas tem custo elevado no processo de formação de mão de obra

publicado 24/05/2018 15h32, última modificação 25/05/2018 11h34
Campinas - Fórum de Inovação discutiu importância da inovação nas interações “empresa-escola”
Frank Behrens

Frank Behrens, da PUC-Campinas, compartilhou práticas das universidades para inovar e agregarem valor

Segundo o professor Newton Frateschi da Inova Campinas, o Brasil é um dos países com o pior desenvolvimento nas interações “empresa-escola”, pois apresenta falhas significativas em diversos itens do processo. O principal deles, na opinião do professor, é a incapacidade das universidades de desenvolverem habilidades empreendedoras no jovem em formação. “A função da universidade é gerar recursos humanos. Pesquisas e tecnologias são apenas os meios, não as finalidades. Somos os agentes que deveriam formar a mente empreendedora”, opina.

Newton Frateschi, junto com as universidades PUC-Campinas, Facamp, Mackenzie, e a aceleradora de startups Weme, participaram do Fórum de Inovação da Amcham – Campinas no dia 23 de maio. A ideia do evento era fomentar o debate sobre os principais gaps nas interações de universidades com empresas privadas.

Wagner Foschini, da Weme, trouxe os principais exemplos de modelos de interações de universidades estrangeiras com as universidades locais. Ele lembrou que o sucesso desses cases se deu principalmente porque o foco dos projetos não foram as criações de novas tecnologias, mas sim o incentivo ao pensamento inovador e empreendedor por parte do jovem em formação.

“As organizações inovadoras de hoje em dia são aquelas que constroem um modelo de aprendizado que possibilita colocá-la à frente sempre que surge uma nova tecnologia, gerando valor para ela mesma através do pensamento inovador e empreendedor não do desenvolvimento da tecnologia por si”.

Adriana Braga da Facamp, Leila Pellegrino da Mackenzie e Frank Behrens da PUC-Campinas compartilharam ainda as práticas que tem elaborado nas universidades para inovar nas interações e agregarem valor para as grades universitárias.

Por parte das empresas, Alex Fossel e Candice Sega, da John Deere, trouxeram o projeto da empresa no desenvolvimento de ferramentas de interação com as universidades locais, principalmente com a utilização dos laboratórios de inovação, competições e premiações para alunos que se destacam. Candice reforçou que este tipo de trabalho não traz benefícios apenas às universidades e alunos, mas que para a própria empresa, caso utilizado de forma estratégica.

“O relacionamento com universidades pode apoiar cinco grandes áreas: desenvolvimento de funcionários, atração e retenção de talentos, pesquisa e desenvolvimento e produção. Essa interação acontece de diversas formas: uso de laboratórios, parceria para desenvolvimento de serviços e expertises que não temos dentro de casa, sempre tentando agregar ao processo com o no hall da JD”, finalizou.

 

A visão do meio de campo: o aluno no mercado e na universidade

Além de ouvir as universidades e empresas, Eduardo Migliano, da 99Jobs, trouxe a visão do próprio universitário, suas sensações sobre o mercado e a jornada de busca por oportunidades.

Segundo Eduardo, as empresas hoje se dividem em dois principais nichos: as empresas adaptadas, que são as de modelo tradicional que tentam se reinventar e inovar para atrair os novos talentos, e as empresas nativas, que nasceram no meio da tecnologia: “O papel da 99jobs é auxiliar as empresas adaptadas a compreenderem o porquê os jovens não as buscam mais como referência para trabalhar. Por outro lado, também temos a missão de fazer o jovem compreender que a chance de ele trabalhar em uma empresa nativa é de 1%, pois elas ainda são minoria”.

O que falta para que o mercado funcione melhor e o jovem se sinta mais feliz e conectado com as empresas, na visão de Eduardo, são mentores. “O que falta na sociedade são pessoas que possam conduzir o pensamento produtivo do jovem, mas uma condução correta, que não faça o caminho por ele, mas o ensine a caminhar”, finalizou.