Seminário da Amcham-SP reuniu grandes cases de inovação no Brasil

publicado 22/08/2013 14h27, última modificação 22/08/2013 14h27
São Paulo- HP, Telefônica/Vivo, IBM e DuPont compartilharam suas experiência na gestão da inovação. Confira aqui

As perspectivas para o desenvolvimento de inovação no Brasil foram debatidas na manhã da quinta-feira (22/08) na Amcham-São Paulo.

O Seminário “A Inovação no Brasil” reuniu corporações como HP, Telefônica/Vivo, IBM e DuPont para compartilhar suas experiências no desenvolvimento de centros de pesquisa e gestão da inovação.

A formação da cultura de inovação em startups e médias empresas, bem como os modelos internacionais de inovação, também foram abordados por instituições como Microsoft e Unicamp.

Confira algumas frases de destaque da 1ª parte do Seminário de Inovação da Amcham-SP:

“Sem inovação é difícil pensar na longevidade de um negócio”, Gabriel Rico, CEO da Amcham

“Para inovar, é preciso ter tolerância ao erro”, Pablo Larrieux, diretor de Inovação da Telefônica/VIVO

“A Boeing, em breve, inaugura no Brasil o 6º centro de pesquisa global, localizado em São José dos Campos (SP)”, Antonini Puppin Macedo, diretor de Operações e Coordenador de Pesquisas da Boeing no Brasil

“Há 20 anos, a IBM é líder em inovação e no número de produção de patentes no mundo”, José Francisco, CTO da IBM Brasil

“A DuPont tem três focos quando se fala em inovação: alimentos, energia e segurança. Acreditamos que essas serão as grandes oportunidades de mercado”, John Julio Jansen, vice-presidente de marketing e vendas para a américa latina da DuPont

“Hoje, falamos de BRICs Innovation, ou seja, tendência de deslocamento dos centros de inovação das grandes companhias para os países em desenvolvimento”, Maximiliano Carlomagno, sócio da Innoscience

registrado em: