Zeca Camargo: “O telespectador hoje é muito mais plural, ativo e presente na comunicação que ele quer receber”

publicado 25/09/2020 16h13, última modificação 25/09/2020 16h13
Brasil – Apresentador e jornalista foi recebido em nosso festival digital de inovação Amcham Talks e falou sobre o novo normal na interação com o público
Quem souber estabelecer a melhor conversa entre produto e pessoas sairá na frente, avisa Zeca Camargo.jpg

Quem souber estabelecer a melhor conversa entre produto e pessoas sairá na frente, avisa Zeca Camargo.

“O telespectador hoje é diferente de quando eu era pequeno e ficava esperando alguém trocar de canal porque aquele programa estava chato”: assim Zeca Camargo iniciou a explicação sobre o novo normal da comunicação. A fala veio certeira, assim como o paralelo com os dias atuais: “hoje esse ouvinte é um internauta, muito mais plural, ativo e presente na comunicação que ele quer receber”.  

As ferramentas que o usuário dispunha antes da revolução tecnológicas faziam com que ele fosse apenas um mero espectador, segundo Zeca. Entretanto, esse comportamento foi moldado com ferramentas que permitem a participação de uma maneira avassaladora, a qual ele considera bastante positiva. “Ganha quem souber estabelecer o melhor contato, conversa e representatividade entre o seu produto e as pessoas que o estão consumindo”, completa.  

O apresentador, jornalista e escritor participou do painel “Revolução na Comunicação e #tb de inovação pelo mundo”, durante o nosso festival digital de inovação, o Amcham Talks, no dia 22/09. O bate-papo contou também com a presença de Rodrigo Salomon, Diretor de Produção e Operações do Grupo Bandeirantes de Comunicação (BAND).  

Para Rodrigo, a visão de Zeca a respeito da nova comunicação se estende aos negócios durante a pandemia: “As ferramentas digitais permitem a aproximação cada vez maior com o público e agora ficou ainda mais fácil de perceber isso”.  Assim, embora seja impossível dizer que o momento trouxe algo de bom, deixou um legado. “São as pessoas que fazem os negócios, elas passam a ser protagonistas em tudo e, durante a pandemia, não está sendo diferente”, pontua o executivo.  

Esse legado se trata do equilíbrio entre o que está sendo aprendido agora e a experiência anterior de contato próximo e interatividade ‘cara a cara’. “Aumentamos nossa capacidade de fazer negócios e agregamos valores às nossas operações com a mente mais aberta aos novos jeitos de fazer as coisas”, explica Rodrigo. Zeca ainda acrescenta: “Não devemos presumir de maneira nenhuma que a migração para o digital irá rebaixar o negócio”.   

Ainda assim, ambos mantêm uma visão pragmática a respeito do futuro. Zeca acredita que a interação e a vida à distância estão funcionando, mas não se comparam com a riqueza que é o contato pessoal. “Estou com saudade da vida como era antes e sei que muitas pessoas estão também. Mas, o que estamos fazendo agora com a tecnologia que temos disponível é o melhor que podemos fazer nessas condições”, finaliza.  

 

O QUE SÃO OS FÓRUNS? 

O Talks faz parte do portfólio de fóruns da Amcham. São grandes encontros com conteúdo corporativo, focados na evolução e transformação das lideranças. Por ano, são quase de dois mil eventos realizados com 90 mil executivos participantes. Diante da atual situação com a COVID-19 no Brasil, transformamos os encontros presenciais em atividades digitais. 

PARA QUEM SÃO E COMO FUNCIONAM? 

Lideranças empresariais, autoridades, especialistas e imprensa. Todos interessados em acessar uma curadoria de tendências, perspectivas e análises mercadológicas. Para participar, confira o calendário da Amcham e se inscreva nas atividades.