Empresas devem estar preparadas para oferecer soluções receptivas aos clientes nos ambientes online e offline

por marcel_gugoni — publicado 30/10/2012 11h28, última modificação 30/10/2012 11h28
São Paulo – Gerente de Estratégias de Aquisições de Novos Negócios do Google afirma que se a empresa não está integrada nos dois canais, o consumidor tem mais chances de encontrar um concorrente.
pedro_google_195.jpg

O consumidor vive integrado no mundo online e no offline: se gosta de um brinco usado pela protagonista da novela corre para a internet para se informar sobre o objeto e saber onde comprar. É por essa integração que as empresas devem estar preparadas para o crescimento da conectividade e oferecer soluções receptivas aos clientes, afirma Pedro Frigo, gerente de Estratégias de Aquisições de Novos Negócios do Google.

Quer participar dos eventos da Amcham? Saiba como se associar aqui

Segundo o executivo, 61% dos usuários de internet assistem à TV conectados à internet. “A partir de estímulos offline, as pessoas acabam vindo ao ambiente online tentando buscar mais informações sobre esse estímulo. Se a empresa não está integrada nestes dois canais, o consumidor tem mais chances de encontrar um concorrente seu no resultado dessa busca”, explica.

Campanhas de vendas devem ser integradas. “Nesse modelo, quanto mais se conseguir integrar e distribuir a comunicação entre jornal, revista, televisão e um ambiente receptivo na internet, isso ajuda as empresas a melhorarem os resultados de suas campanhas.”

Veja a cobertura do Fórum Conectividade e Mobilidade

Frigo participou do Fórum Conectividade e Mobilidade da Amcham-São Paulo na última quinta-feira (25/10) e concedeu a seguinte entrevista ao site da Amcham: 

Amcham: O que muda na tecnologia a partir da mobilidade e da conectividade?

Pedro Frigo: O que mudou é que os usuários estão o tempo todo com devices na mão. Isso expandiu a interação deles com mídias, serviços e produtos. Se pensarmos na relação que as mídias tinham antigamente, no lançamento da televisão, as pessoas se reuniam em grupos para ver uma tela. Poucas pessoas tinham aquela tela. Hoje o que se vê é o contrário: cada pessoa tem a sua tela e, quando um grupo está diante de uma tela como a TV e ao receber estímulos dessa tela, cada indivíduo tem a possibilidade de aprofundar a busca de seus desejos de forma diferente. Isso possibilita com que as relações entre o consumidor e as empresas não sejam mais de um caminho em que a TV passa a mensagem e, se o cliente gosta, compra e, se não gosta, não compra. Hoje, quem gosta compra e quem não gosta ou teve uma experiência ruim comenta e isso acaba impactando os negócios da empresa. A mobilidade mudou a forma como as pessoas interagem com as mídias e as marcas. As empresas com campanhas de marketing de sucesso serão aquelas que conseguem integrar os canais e conseguir o melhor resultado para trabalhar as mídias em conjunto, e não separadamente.

Amcham: Como integrar estes canais?

Pedro Frigo: Um exemplo é que 61% dos usuários de internet assistem à TV conectados à internet. A partir de estímulos offline, as pessoas acabam vindo ao ambiente online, tentando buscar mais informações sobre esse estímulo. Se a empresa não está integrada nesses dois canais, o consumidor tem mais chances de encontrar um concorrente seu no resultado dessa busca. Isso significa que a empresa está perdendo negócios. Para quem tem uma campanha offline integrada com uma online, qualquer estímulo de busca relacionado à campanha offline garante que o usuário compre o seu produto e não o do concorrente. Nesse modelo, quanto mais se conseguir integrar e distribuir a comunicação entre jornal, revista, televisão e um ambiente receptivo na internet, mais as empresas melhorarão os resultados de suas campanhas.

Veja aqui quais são as vantagens de ser sócio da Amcham

Amcham: Qual a mensagem que fica para as empresas?

Pedro Frigo: Há uma grande mudança de paradigma entre a forma de consumo de mídia e a forma como as pessoas interagem com marcas. A dica que eu posso dar é que, quanto mais as empresas estiverem preparadas para esse ambiente de integração de canais, melhor elas vão ficar com suas campanhas.

registrado em: