Mobilidade e interatividade são tendências para o setor de TI, avalia especialista da IBM

por marcel_gugoni — publicado 10/05/2012 16h59, última modificação 10/05/2012 16h59
Curitiba – Conforme Calvin Lawrence, organizações encontram-se em processo inicial de uma nova fase do uso da internet.
calvinlawrence195.jpg

A mobilidade e a interatividade consistem em conceitos-chave da tecnologia atual. São celulares ou tablets com telas sensíveis ao toque, televisões inteligentes e computadores sem sistema operacional que funcionam ligados à internet o tempo inteiro.

Leia também: Migração para nuvem requer mais cuidados das empresas com dados

“Estamos entrando em uma nova fase na área, onde o foco está nas plataformas, tecnologias e aplicações móveis”, avalia Calvin Lawrence, Distinguished Engineer da IBM US. Ele participou do Comitê de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) da Amcham-Curitiba em 03/05.

Para Lawrence, o desenvolvimento de ferramentas aptas não apenas de organizar de forma sustentável e inteligente os dados, mas também de efetuar a leitura das informações de forma eficiente e de qualquer lugar são as maiores necessidades do setor.

“Precisamos de tecnologias capazes de não apenas de armazenar todos dados, mas também de processá-los”, afirma. Ambos os conceitos andam em paralelo com as redes sociais, segundo o especialista, e apontam para um dos caminhos da tecnologia atual. “O número de redes sociais hoje é cada vez maior. Já é possível ver empresas construindo negócios em cima dessa interação social.”

As redes sociais são canais de interação entre usuários e empresas, mantêm dados guardados remotamente, são meios rápidos para a troca de informações em qualquer sentido e fornecem plataformas poderosas de processamento de conteúdo. Não sem motivo são os sites mais acessados pela população mundial.

Quer participar dos eventos da Amcham? Saiba como se associar aqui

Segundo ele, o principal desafio da empresas é o de mensurar o sucesso de ações de marketing e vendas, por exemplo, dentro da alta capacidade de alcance desses canais.

Em nuvem

Além da interatividade e da mobilidade, um terceiro desafio é o de armazenagem de dados. “Depois da vertente informacional e do e-commerce, o setor de TI, principalmente no ambiente corporativo, caminha para cloud computing.

A computação em nuvem é uma forma de armazenamento e compartilhamento de dados e softwares de modo online. Ao permitir o acesso das informações digitais por meio da internet, elimina-se a preocupação com a localização física de servidores e reduzem-se os investimentos em hardware.

Veja aqui quais são as vantagens de ser sócio da Amcham

Diante do desafio do armazenamento dos dados apontados pelo especialista, essa ferramenta apresenta-se como uma tendência quase que natural do setor. Para Lawrence, é uma otimização do setor, uma vez que diminui o tempo de operacionalização.

 

registrado em: