"Implantar sustentabilidade na construção civil é menos complicado do que parece", diz especialista

publicado 19/05/2015 15h17, última modificação 19/05/2015 15h17
Recife - Fabian Bezerra, gerente de projetos da construtora Rio Ave, palestrou em 19/5 no Comitê de Sustentabilidade
construcao-foto01.jpg-2488.html

Implantar sustentabilidade em projetos de construção civil é bem menos complicado do que parece. Essa foi uma das ideias discutidas na manhã de hoje no Comitê de Sustentabilidade promovido pela Amcham Recife e cujo tema foi “Case Rio Ave: Gestão Empresarial Sustentável”. O encontro foi comandado pelo gerente de projetos da Rio Ave, Fabian Bezerra, que mostrou exemplos de ações sustentáveis adotadas pela construtora em seus projetos nos últimos anos.

Bezerra destacou que a diferença entre uma gestão sustentável e uma gestão tradicional é bastante sutil e pode ser adotada por praticamente qualquer empresa de construção. Práticas ambientalmente responsáveis começam, segundo ele, com profissionais preocupados com o tema e um projeto que seja voltado para essa abordagem. “É evidente que é necessário também a utilização de materiais diferenciados, que podem custar um pouco mais. Mas esse custo extra dá retorno porque propicia retorno para os clientes a médio prazo e gera um valor importante para a imagem da marca”, ressalta.

O arquiteto citou entre as ações adotadas pela Rio Ave o uso de vidros especiais que deixam a luz entrar, mas deixam o calor de fora, provocando redução de gasto de energia com iluminação e ar-condicionado.  

Outro destaque trazido por ele foi a implantação de telhados-verdes, cujo potencial ambiental é imenso, visto que contribui para reduzir as ilhas de calor urbanas, além de absorver cerca de 40% da chuva que cai sobre ele, diminuindo a pressão sobre o sistema de drenagem.  O teto jardim do empresarial Charles Darwin (em construção na Ilha do Leite), por exemplo, será um dos maiores do Brasil, com 2.800m² e conseguirá armazenar cerca de 75 mil litros de água, além de sequestrar 11 toneladas de CO2 ao ano.

registrado em: